Diário da Manhã

Kleiton Vasconcellos | Encardido

Engana-se quem imagina vida fácil nas quartas de final do Gauchão para o Internacional. Mesmo jogando no Beira-Rio neste domingo, creio que o Colorado terá dificuldades para eliminar o São Paulo, de Rio Grande. Não tanto pela equipe rio-grandina, que começou muito bem o Estadual, atingiu o ápice ao vencer o Grêmio por 3x2 no Aldo Dapuzzo e depois experimentou uma queda no rendimento. Inclusive, o São Paulo fechou a fase de classificação levando 5x1 para o São José em Rio Grande. Minha grande dúvida é cm relação ao Inter: será que vai ser aquele time insosso do primeiro tempo frente ao Brasil, quando perdia por 1x0 em casa, e que também apareceu no 0x0 com o Lajeadense e na derrota em Porto Alegre para o Veranópolis? Ou será que o Inter de domingo remeterá aos quatro gols frente ao mesmo Brasil, naquela virada? Tem também a equipe mesclada, que bateu o Glória por 3x0 em Vacaria. Bem, o Inter já mostrou que pode ser 8 ou 80 em um mesmo jogo. Então, não sei exatamente o que esperar no domingo.

Vitinho
Há algum tempo – coisa de poucas semanas, na verdade – li diversas críticas ao setor ofensivo do Inter. Havia, inclusive, quem fizesse a contagem de minutos sem gols do trio Sasha/Vitinho/ Aylon. Uma tremenda falta de nexo, visto que fazer gols não é responsabilidade exclusiva dos atacantes. Balançar as redes adversárias é o que conta, independente se o gol foi do goleiro ou do centroavante reserva. E aí, desde que foi feita a tal conta e apontados muitos minutos sem gols, somente Aylon ainda não voltou a anotar tentos. Vitinho, inclusive, resgatou a forma do ano passado, fazendo a média de um gol por jogo nas quatro partidas mais recentes. Teve gol de perna direita, de perna esquerda, de fora da área, de dentro da área. O repertório é mais ou menos o mesmo de 2015 e aí está a grande notícia do Inter atual: Vitinho voltou a ter bom futebol.

Mercado
A angústia do torcedor colorado só aumenta na medida em que os dias passam e nada da direção anunciar reforços. Vejo outros clubes contratando e o Inter nada. Pelo contrário: ventilou-se nomes, alguns foram dados como certos e agora tudo esfriou. O mais recente caso é Juan Quinteros: o meia colombiano chegou a ser anunciado, mas ao que consta, o português Porto aumentou a pedida e, por ora, o Inter desistiu do negócio. O mesmo vale para o goleiro Danilo Fernandes, do Sport. É a forma Píffero de negociar: não abre brecha, nem aumenta a oferta, vencendo no cansaço. Sem entrar no mérito dos nomes: o Inter precisa sim de reposição para a saída de Alisson ao Roma, de um camisa 10 centralizador e de um 9 centroavante fixo. Nem que para isso pague, ora!

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027