Diário da Manhã

Decepção

Decepção

Garanto que nenhum torcedor ou dirigente esperaria que a última rodada da fase classificatória do Campeonato Gaúcho tivesse tanto drama para o Esporte Clube Passo Fundo quanto terá hoje. A expectativa, lá atrás, quando começou o ciclo de contratações, era de que o grupo tinha plenas condições de atingir o grande objetivo: ter uma vaga em competição nacional, mais especificamente a Série D do Brasileirão. Mas não é o que vemos. Com um claro ar de decepção, o Tricolor receberá hoje o Brasil de Pelotas virtualmente rebaixado. Há, logicamente, a chance matemática que, confrontada com o futebol apresentado pelo time até aqui, é desanimadora. Não há como negar que o Gauchão de 2017 já foi um dos mais decepcionantes da história do clube.

Tudo é difícil

Veja o tamanho do problema que o Passo Fundo foi arranjar. Em 11 jogos, o time mudou constantemente, sem adquirir uma mínima mecânica de ação. Houve a troca no comando técnico que não surtiu o efeito desejado. A equipe tem extrema dificuldade em marcar gols (foram apenas 5 até aqui) e sofre em doses industriais (tem a defesa mais vazada, com 15 gols). Só que hoje, além de não perder, precisa ganhar com uma boa margem no placar. E ainda torcer por resultados paralelos de times que estarão jogando em casa. Ficou muito, mas muito complicado mesmo...

Motivos

Basta sair às ruas e ouvir o torcedor: ele tem pistas do que deu errado e levou o EC Passo Fundo para esta situação lamentável. O fiel, aquele que vai na arquibancada, não reconhece até agora os seus jogadores – não tem ídolos no elenco. Isso se dá, a rigor, pela falta de identificação dos atletas com a camisa tricolor, um dos efeitos colaterais da política adotada lá atrás, que foi contratar jogadores de pontos diversos. Não houve, assim, tempo para formar uma equipe, até pelo fato de o Gauchão ser “tiro curto”. E tem outra: paga-se novamente o preço de não haver um time-base, que poderia ter nascido na Copinha do ano passado. O maior erro repetido a exaustão é esse: sonegar a disputa do segundo semestre. Aí, em todo Gauchão, é uma correria para formar o tal time.

Terceirona

Mas a semana não vai ser apenas de despedidas. Mesmo que o EC Passo Fundo permaneça ou caia na Série A, a bola ainda vai rolar profissionalmente na cidade. Isso porque no domingo (02) começa a Terceirona, com o Sport Clube Gaúcho em campo. Na Arena BS Bios Wolmar Salton, o adversário será o Igrejinha. Sobre o time do Gaúcho, não há referencial, pois o técnico Ricardo Attolini não teve nenhum amistoso para testar os jogadores. O que se tem, até o momento, é uma esperança em nomes que são jovens, mas conhecem a competição. Dado o fato que só foram feitos treinos de 15 dias para cá, é provável que o time vá tomando forma ao longo da competição.

Na quadra

Agende: o final de semana também vai ser de futsal. No Capingui, o Passo Fundo Futsal/ Fasurgs/ Zamil se prepara para a Série Prata e recebe o Jáqtáqvá, de Chapada, em amistoso que começa às 19h do sábado. É a chance de ver como está o time, que entra em quadra valendo pontos no dia 29 de abril, frente ao AGE de Guaporé.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027