Diário da Manhã

Corrupção, prostituição e traição de parte da nossa esquerda

O que cúpulas diretivas e algumas figuras exponenciais dos grandes partidos (PT, PP, PMDB, PSDB, DEM, PDT) e alguns caciques dos partidos menores (PSB, PV, PCdoB, PPS, PSC, Solidariedade, PSD, PTC, PTB, PTN, PSOL, PR) fizeram no campo da corrupção estarrece. E agora pode ser bela lição de vida ouvir as pessoas (perplexas, atônitas, iradas, desanimadas, angustiadas) diante da famosa Lista da Odebrecht.  Mais: definitivamente José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, o José do Sir Ney, fez escola (o discípulo mais brilhante, sem dúvida, é Luiz Propina Lula da Silva) na politica nacional.

Outra coisa: propensão para cometer erros, produzir mal feitos é inerente ao ser humano. Os intelectuais que defendem o propinoduto montado por Lula têm razão ao alegar que a corrupção veio com Pedro Alvares Cabral; mas era necessário aperfeiçoar a roubalheira? Entre nós os escândalos na área politica ganham as cores do horror porque o noticiário sobre eles é seguido pelas notas do cotidiano envolvendo falcatruas do leite à carne, de próteses a exames médicos frios, do contrabando à agiotagem, do gelo no frango ao remédio vencido.

Mais uma: na República Federativa da Odebrecht (a Veja que perdoe, escrevi antes de recebê-la) não havia as tais de odiosas discriminações, ou seja, em suas tetas se abasteciam de leite gordo tanto os expoentes da direita quanto os expoentes da esquerda. E para não deixar duvidas até índio – quem não queria apitos, nem espelhos – tinha mesada certinha todo santo mês. Afinal, somos todos feitos do mesmo barro.

Tem mais outra: se pegarem a lista dos filiados de qualquer dos partidos citados, se constata que a grande maioria é constituída de pessoas decentes, mas sem voz nacional.

Então, no quesito corrupção, o futuro pode ser beneficiado pelas ações positivas do presente tipo Operação Lava-Jato. A dor de hoje pode ser alegria de amanhã. Minha geração, por exemplo, tinha como máxima que cadeia era para ladrão de galinha, gente rica de colarinho branco ali não entrava. A geração atual vai se criar – penso que isso criará raízes – que cadeia é para todos, que a lei é para todos. Então alvíssaras!

Agora, o que faz levitar, no contexto do Reinado da Odebrecht, é a prostituição que tisna a ação de parte da esquerda. No dicionário é difícil achar palavra que defina o fato do caixa de campanha (2 ou não, tanto faz) de partidos de esquerda, comunista, socialista ser abastecido por capitalista selvagem. O que leva o cara que se diz de esquerda e odeia capitalista se ajoelhar e beijar a mão do capitalista por grana e fazer o jogo dele nas entranhas do poder? Isso é pragmatismo? Faz em nome da utopia?

Bem, enquanto o comitê central se reúne para discutir o tema, enquanto a ordem a ser obedecida cegamente pelo centralismo democrático não vem, a plebe e os que não tão plebe assim define isso como prostituição política. Sim, simplesmente, parte da esquerda nacional se prostituiu ao tilintar das moedas.

Por último: não passa de traidor quem se tornou subserviente às empreiteiras, esquecendo os que foram presos, torturados, exilados ou ficaram pelo caminho nos anos de chumbo; além disso, violaram o sonho e estupraram a utopia.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027