Diário da Manhã

Coluna Edição 30/06/2017

Presente de grego

E o prefeito Luciano Azevedo demonstrou claramente sua insatisfação com relação ao veto dos vereadores ao projeto de regularização fundiária. Em discurso durante agenda na manhã de ontem, chegou mencionar que tal feito seria “presente de grego” por parte dos parlamentares.

Coincidência?

Desde o fato, pelo menos três CC’s foram dispensados de suas atividades. Seriam indicados pelos vereadores de base que votaram “contra o prefeito?” Coincidência ou retaliação? E dizem que vem mais por aí...

O Veto

Na segunda-feira, o veto total feito pelo Executivo ao Projeto de Lei que institui o Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social, de autoria do vereador Rudimar dos Santos (PCdoB), não foi acatado, com 16 votos contrários e quatro favoráveis. Porém a regularização só pode acontecer em áreas pertencentes ao Município já ocupadas.

Com três vereadores da oposição na legislatura, o veto do Executivo foi derrubado com envolvimento da base.

Pré-candidatos

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) reuniu lideranças municipais e estaduais da sigla para tratar sobre as ações políticas para as próximas eleições estaduais e federais. A agremiação já projeta a pré-candidatura de uma chapa própria ao governo do Estado e, também, articula os nomes que concorrerão às vagas de deputado estadual e federal.

O vereador Marcio Patussi (PDT), líder do partido na Câmara, demonstrou que tem a pretensão de disputar a uma cadeira da Assembleia Legislativa gaúcha. Encontro contou com a presença do pré-candidato a governador do Rio Grande do Sul pelo PDT, Jairo Jorge. Hoje, a Executiva da sigla realiza um encontro da Coordenadoria Regional do Planalto que contará com a presença de deputados estaduais e federais e demais pré-candidatos do partido.

“Tempos difíceis”

O deputado Sérgio Turra (PP), fez, na sessão plenária do dia 28, uma análise uma análise dos “tempos difíceis” pelos quais passa o país, especialmente pelo comportamento de alguns políticos, condenou as recentes declarações feitas pelo presidente Temer contra o procurador-geral da República Rodrigo Janot e pelo ex-presidente Lula, de que se condenado “não vale a pena ser honesto no Brasil”. Considerou “trágicas” as declarações e disse esperar que o Congresso acate a denúncia contra Temer para que ele possa ser investigado. “A Lei vale para todos, doa a quem doer”, afirmou, salientando que esta é a maneira correta para que o país volte a construir sua estabilidade. “Nós políticos não podemos defender corruptos de estimação”, concluiu.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027