Diário da Manhã

Votar ou não votar! O nosso drama

O processo democrático se constrói pelo voto. É inegável. Entretanto, vivemos um período histórico atípico. Enquanto passamos décadas acreditando na seriedade dos políticos, eles fizeram de tudo para serem desacreditados. A crise política atual era previsível. O sistema eleitoral ficou viciado, mais pela cultura do brasileiro, do que pela própria democracia. Aliás, a democracia brasileira está periclitando. Com tantos desmandos e roubalheira, parece que não vamos muito adiante. Este é o momento histórico de quebrar paradigmas. Chegou a hora de estabelecermos a honestidade na política. O futuro do País depende de uma radical mudança de cultura. O grande problema é que hoje temos uma reação dos bandidos contra a justiça. Quem vencerá? E esses bandidos têm muito poder. Se os ladrões da República vencerem, então a nossa democracia vai para o buraco. Estamos diante de uma situação extremamente delicada. Podemos voltar à ditadura, criado pelo voto. O poder econômico dita as regras e os vencedores das eleições. Os últimos dois governos acabaram com o Brasil e estão destruindo os direitos de todos os trabalhadores. A rapinagem foi muito grande. O pior é que ainda estão rapinando. A derrota do combate à corrupção será como perder uma guerra, sem chance de reconstrução. Por isso já estamos mobilizados contra o voto sem esperanças. Os atuais governantes e parlamentares não devem ser eleitos nas próximas eleições, por mais promoção pessoal que possam fazer. Por melhor que seja o cidadão, ele deve seguir as regras partidárias não escritas. Essas normas é que tiram a virtude de qualquer eleição. O não voto é a solução? Não sabemos, mas podemos experimentar trocar todos. E vamos ver o resultado. Vamos às ruas dar todas as respostas que eles precisam, sem violência física e sem atentar contra patrimônios público ou privado. O meu primeiro discurso é pela liberdade de voto, com o fim do voto obrigatório. Quem não vota é punido, conforme a legislação eleitoral. Os titulares de todos os cargos eletivos deveriam renunciar. Dissolver todos os partidos envolvidos em corrupção, uma vez que partidos não serão punidos. E continuarão com seus velhos e sórdidos vícios. Por isso a extinção dos atuais partidos políticos é uma inarredável necessidade. O discurso também passa por um recado à sociedade. O Estado brasileiro não pode ser paternalista, a ponto de ser provedor de tudo. É preciso que os brasileiros entendam que política é dedicação para servir. E não para ser servido. Este é momento histórico de irmos para a rua e discursar. É uma atitude de bravura que devemos tomar, contra todos aqueles que atacam o patrimônio do povo brasileiro. Até o ano que vem não podemos dar sossego a quem dilapidou o patrimônio público brasileiro. É bom recordar! Estamos ouvindo e assistindo diversos discursos. Alguns em favor do governo atual e outros contra. Não podemos esquecer que vários partidos criticam o governo atual, mas fizeram parte dele recentemente. E estão enlameados até o pescoço igualmente. NÃO TEM PARTIDO SANTO. Todos estão envolvidos. A JBS distribuiu dinheiro para 28 partidos e elegeu 167 deputados federais. Então é evidente que nenhum partido é confiável, o que embasa o pleito de extinção. Vamos às ruas discursar. Se um ouvinte entender será uma grande vitória. Este é o momento de assumirmos uma postura política. Temos que demonstrar o nosso descontentamento com todos os partidos. As brasileiras e os brasileiros devem considerar os partidos. E lembrar que o voto é do partido e não apenas do nome do candidato. Os políticos pertencem a partidos. Em última análise o poder vem dos partidos. Os atuais parlamentares não devem receber nenhum voto na próxima eleição. É um bom começo!

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027