Diário da Manhã

Coluna Edição 13/07/2017

Sem entender...

O governo do Estado lançou um programa para realizar exames oftalmológicos à distância com vários municípios. Até aí tudo bem, afinal beneficia a população. Passo Fundo é um dos “agraciados” com o Teleoftalmo. Mas algumas questões pairam no ar...

Tal convênio é realizado pelo ministério da Saúde, com um hospital de Porto Alegre e através do Estado escolheram os municípios que aderiram ao programa. Porque não firmaram pacto com uma entidade local? Temos três hospitais de grande porte na cidade, ALÉM, do único hospital especializado em atendimento ocular do interior do Estado, e que foi ignorado.

Desdobramentos...

Após estes exames e consultas, quem precisar de tratamento será encaminhado pra onde? Possivelmente para o Hospital de Olhos. Então… Pra que facilitar se podemos complicar? O caminho mais curto se realmente o governo quer beneficiar a população seria que a entidade mais próxima fosse a conveniada. Detalhe: o nosso hospital de olhos é uma entidade filantrópica e que atende pelo SUS.

Condenação

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro repercutiu, além de em toda a sociedade, na Câmara dos Deputados e no Senado.

No início da tarde, quando a condenação foi divulgada, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara estava reunida para analisar a denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva. A notícia da sentença de Lula repercutiu entre os membros do colegiado.

No senado a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR) foi à tribuna para criticar a sentença de Moro. Na avaliação de Gleisi, a condenação do ex-presidente é “política”, “sem provas” e teria como objetivo inviabilizar a candidatura do líder petista à presidência da República em 2018. Também na tribuna, Álvaro Dias (Podemos-PR) defendeu que trata-se de uma decisão emblemática que sinaliza para o surgimento de uma nova Justiça no país.

Pedidos da Ampla

Líder da Bancada do PMDB, o deputado estadual Vilmar Zanchin (PMDB) endossou reivindicações e projetos da Associação dos Municípios do Planalto (Ampla) em reunião ontem (12) com o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer.

Presidente da Ampla e prefeito de Ciríaco, Arlindo Lopes solicitou ao secretário que participe de encontro regional para detalhar o funcionamento do Sistema de Segurança Integrada com Municípios (SIM/RS) e projetos de videomonitoramento.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027