Diário da Manhã

O povo e o poder que tem!

Segundo a nossa constituição O PODER EMANA DO POVO e isso deveria ser verdadeiro se fosse prática, mas não é. Mas como tornar isso parte do cotidiano em um país cujos políticos ostentam o livro que contém a constituição como se fosse a Bíblia a nortear suas ações? Será que estamos tratando de letra morta? Ou não temos poder algum?

Os cidadãos brasileiros sabem do que precisam, mas, desanimados, veem suas demandas negadas ou nem reivindicam, sabedores que são de que têm pouca chance de serem ouvidos e levados em consideração.

Na nossa cidade temos uma demanda importante, que gira em torno de transformar – de fato e de direito – a antiga Estação Ferroviária em uma Casa de Cultura, coisa de que carecemos.  Fico tão feliz por fazer parte dessa bandeira, por que a causa é muito linda, por conter em seu bojo artistas plásticos, escritores, agentes culturais, fotógrafos, cidadãos sensíveis, gente que faz a beleza acontecer a tantos anos sem ter um lugar para mostrar o que se faz nessa área.

O direito à cultura é um direito fundamental e constitucional e uma Casa de Cultura (que não temos) é algo de que os professores precisam, por que sabem disso. Eles, mais do que ninguém, têm formação para isso. Ter onde levar os estudantes para que conheçam exposições e outras mostras de cultura é oportunidade para que o Direito à Cultura seja uma realidade. As crianças e adolescentes, uma vez expostos à beleza, passam por mudanças visíveis, e, em consequência, nunca mais quererão menos do que isso, por que mudados na alma.

O movimento em prol da transformação da estação em Casa de Cultura não significa confronto com a administração pública, que é credora de muitos reconhecimentos, por transformar a cidade de forma marcante, mas é um movimento em favor do que há de mais bonito para o povo. Vivemos um momento de apodrecimento das instituições em muitos níveis, contaminadas que são por canalhas insensíveis ao bem comum. Mas na nossa cidade podemos agir com elegância e discernimento, sem confrontos desnecessários, mas com a autoridade dos que sabem o que é melhor para os nossos filhos e filhas.

O nosso momento artístico e cultural é importante demais, para que desperdicemos a oportunidade de fazer o que deve ser feito. Vamos lá pais e mães, professores e professoras, intelectuais, artistas, fazer bonito! Vamos assegurar ao povo passo-fundense uma casa capaz de abrigar um museu e ser palco do que se faz em prol da cultura para todos. 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027