Venezuela: prosseguem os tempos bicudos da utopia

Ivaldino Tasca., jornalista - [email protected]

Ensinaram-me, e está em alguns dicionários, que esperança é um sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja. E possuir confiança em coisa boa; ter fé em algo. Aliás a fé move montanha, não move? Creio que foi a partir da esperança que formatamos o conceito de utopia, ou seja, lugar ou estado ideal, de completa felicidade e harmonia entre os indivíduos.

Até que ponto isso é positivo na mente da pessoa, especialmente de um jovem? Responder corretamente a tal indagação não se trata apenas de uma questão de sanidade mental. Acima de tudo é impedir que a nova geração adquira gato por lebre – como ocorreu agora na Venezuela – ou que assuma teorias mofadas e comprovadamente ineficientes.

Quando uma utopia, reiteradamente se mostra como quimera, irreal, incongruente, se revela fantasmagórica, quando seus efeitos práticos tangenciam a demência, é hora de buscar e/ou construir outro arcabouço teórico para enfrentar o que entendemos injusto em determinada sociedade.

A partir das malfadas experiências socialista-comunistas os utópicos – cegados pelo fundamentalismo marxista – não cansam de causar, a milhões de seres humanos, um sofrimento muitíssimo maior do que aqueles que imaginam superar. Em nenhum lugar do Planeta se fez algo de produtivo com essa beócia visão de mundo – se alguém descobrir algo que se reporte.

Insistir em propor uma utopia – como essa tragédia venezuelana – acaba por revelar um lado sádico de nossos idealistas. Insistir em aplicar um modelo que nunca deu certo e nunca vai produzir algo produtivo como contraponto a algo que se tem como equivocado é demonstrar que o divã pode ser a próxima parada

Esse cenário de homens, mulheres, velhos, jovens, crianças venezuelanos – aos milhares – caminhando na imensidão da Amazonas para fugir da fome, da falta de remédios e da opressão fico per perguntando por que a esquerda, os socialistas, os comunistas, que tanto incensaram Chaves e Maduro, não recebem com fraternidade esses refugiados?

Sei, sei, é provocação, mas a faço de causo pensado.

E o faço pensando num tipo de utopia que a geração de hoje precisa assumir em busca de um amanhã melhor. A minha geração – levada inclusive pela Igreja Católica – entrou de gaiata nesse processo que mofou faz tempo.

Lembrar que Chaves e Maduro fortaleceram seus poderes de tiranetes com a solidariedade teórica, logística e até apoio até financeiro da turma da Grace Hoffmann tem essa conotação de provocar mas pode ser pedagógica no sentido do jovem de agora pensar melhor por onde caminhar em busca do sonhado mundo melhor.

Nestes tempos bicudos da utopia que avermelhou o Século XX de sangue não é tão somente provocação dizer que é covardia o que a esquerda faz agora, abandonando o sofrido povo venezuelano desse modo...

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027