Turma do lula imita turma do Adhemar: “rouba, mas faz”

Ivaldino Tasca, jornalista- [email protected]

O nível de degradação alcançado por alguns setores daquilo que chamamos de esquerda brasileira é indescritível. E muito, mas muito difícil de entender levando em consideração que essa turma chegou ao poder jurando acabar com a corrupção.

Essa decadência moral fica evidente de forma contundente nas redes sociais onde os seguidores de Lula ressuscitaram a filosofia embutida no bordão “rouba, mas faz”, que vigorou na década de 1950.

Para quem não lembra o tal de “rouba, mas faz” foi posto em prática pela claque do ex-governador de São Paulo, Adhemar de Barros, do ex-Partido Social Progressista diante das intensas e reiteradas acusações (inclusive condenações) de corrupção que o politico era alvo, de modo especial por adeptos da antiga União Democrática Nacional.

Com a maior cara de pau do planeta os adhemaristas simplesmente citavam alguma obra do chefão politico e sentenciavam: ele “rouba, mas faz”. E o povão, claro, tinha que demonstrar gratidão. Simples assim. Um argumento maluco que funcionava tanto quanto parece funcionar hoje. Eles não negavam a acusações e admitiam que o Adhemar fazia sacanagem em cima de sacanagem mas, como “fazia obras” podia roubar a vontade.

E é o que faz agora, numa postura anacronicamente estupida, a claque do Lula, inclusive em Passo Fundo. É aterrador. Aqui chegou a ser hilariante: diante do fato de alunos da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) se posicionarem contrários ao uso eleitoreiro das instalações como queria a direção da instituição e a caravana lulista as ofensas pipocaram nas redes sociais.

Quem foi contra o uso das instalações dessa Universidade edificada no antigo quartel do Exército – a quase totalidade dos alunos – foi ofendido e tachado de mal agradecido, pois “se não fosse o Lula esses universitários não teriam aonde estudar”.

Tem coisa mais medieval do que isso?

Quer dizer, aluno da UFFS que não beijar a mão do Lula é ingrato. Quem se beneficia de alguma ação de governo que não beijar a mão de um prefeito, de um governador, de um presidente é mal um agradecido?

Tem coisa mais antirrepublicana?

Exigir o beija mão no Século 21 é algo estapafúrdio, pois que até os chefões da máfia italiana aboliram o ritual no final do século passado.

Tanto ontem como hoje o uso desse slogan simplesmente extirpa a ética da politica. E talvez por isso hoje como ontem tenhamos que padecer essa corrupção que sangra os cofres públicos e não permite que possamos dar um salto de qualidade em termos de desenvolvimento econômico e social.

Utilizar o “rouba, mas faz” nos dias atuais reproduz o que havia de pior na pior direita daquele tempo. E gera algo inusitado: a possibilidade de se escolher e defender seu corrupto preferido. E mais inusitado ainda: essa esquerda sob o manto de Lula faz com maestria exatamente o que sempre condenou (tem algo mais insano, do ponto de vista histórico, do que essa aliança do Lula com as empreiteiras que vinha roubando o povo desde a ditadura?).

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027