Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Coluna edição 09/08/2018

Os vices

Encerrado o prazo para as convenções e com o cenário eleitoral desenhado para outubro, o Rio Grande do Sul se não se apresenta como protagonista na disputa presidencial, se apresenta, sem dúvida, de forma onipresente, com candidatos a vice-presidente de quatro chapas majoritárias: do PSL, com general Mourão, da coligação PSDB/PP, com Ana Amélia Lemos, do PMDB, com Germano Rigotto, e ainda provavelmente, do PT/PCdoB, com Manuela D´Avila...

Trânsito

...Em se tratando de região, o trânsito estará garantido tanto com Ana Amélia Lemos, que possui uma forte identificação com o setor agrícola da região, como também com Germano Rigotto, em função da força da sigla no interior, e não menos no caso de Manuela D´avila ser a próxima vice-presidente, já que dois  de seus principais escudeiros e cabos eleitorais são de Passo Fundo: o deputado Juliano Roso e o vereador e agora candidato a deputado federal, Alex Necker... É claro que isso não dispensa o lobby e a pressão das lideranças, mas de qualquer forma, a região estará mais próxima do Planalto do que esteve nos últimos anos...

Candidatura vitaminada

...E o casamento entre Alckmin e Ana Amélia acabou isolando o PSL de Bolsonaro, que ficou praticamente sem um palanque para chamar de seu no Estado e ainda por tabela, deixando Sartori sem o tempo valioso do PP na propaganda eleitoral...Por outro lado, mesmo sendo aliado de Sartori, quem acabou comemorando a dança de cadeiras no PP foi Beto Albuquerque, que com a desistência de Ana Amélia Lemos de concorrer à reeleição ao Senado, teve a sua candidatura fortalecida...Ou seja, se com Ana Amélia Lemos na disputa, havia apenas uma vaga sobrando, já que a reeleição dela era dada como praticamente certa, agora voltam a ser duas vagas na disputa...

Risco

Falando em representação, não resta dúvida que independentemente de questões partidárias, é imprescindível que Passo Fundo mantenha as duas cadeiras que tem na Assembleia e ainda recupere a vaga que foi de Diógenes Basegio...Além disso, é quase que uma questão de honra garantir pelo menos um representante do município em Brasília...Opções locais para os eleitores é que não faltam. Ao todo são 19 nomes para a Assembleia e Câmara dos Deputados e mais dois nomes para o Senado...Porém, a profusão de nomes locais representa ao mesmo tempo um grande risco: o da inevitável pulverização de votos...Verdade que isso faz parte do jogo democrático, mas os partidos deveriam pensar nisso antes de lançar candidaturas próprias apenas por vitrine, mirando outros projetos políticos, principalmente sabendo que o fundo partidário vai beneficiar apenas alguns poucos privilegiados...

Reeleição

Além disso, os nomes locais que participam pela primeira vez de uma eleição geral, disputam com todos aqueles que já estão lá e querem – ou precisam – ficar...Na Assembleia Legislativa, por exemplo, dos 55 deputados, 44 vão disputar a reeleição,  o que equivale a 80% dos atuais parlamentares. Dos deputados da região, o único eleito em 2014 que não disputará uma vaga é Diógenes Basegio...

Pergunta que não quer calar: enterraram um sapo no terreno do Aeroporto Regional???

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027