Diário da Manhã

Expodireto Cotrijal 2016 - Personalidades do Agronegócio

A indústria também ganha

A indústria também ganha
Foto: Divulgação / BSBios

Para o diretor-presidente da BSBios, Erasmo Carlos Battistella, a negociação de bens e investimentos realizada na Expodireto traz ganhos para a indústria ligada ao agronegócio

Há quase 11 anos no mercado, a BSBios já participou de outras edições da Expodireto, onde apresentou sua gama de serviços e fomentou a cadeia produtiva do biodiesel. A empresa é uma das primeiras especialistas no produto do país a receber o Selo Combustível Social, que é concedido somente aos produtores de biodiesel que comprovem que estão promovendo a inclusão social e o desenvolvimento regional.

Para o diretor-presidente da empresa, Erasmo Carlos Battistella, a feira é uma vitrine importante para a cadeia do agronegócio, sendo capaz de trazer bons resultados para a indústria. “Eu acredito que o setor que é impactado mais positivamente seja o da indústria de equipamentos porque, na feira, há uma grande negociação de bens e investimentos. Sem sombra de dúvidas, ela traz ganhos tecnológicos, que contribuem para o aumento de produtividade no médio prazo. Isso acaba aumentando a oferta de matéria-prima e, consequentemente, traz reflexos à nossa indústria”, enfatiza.

Em 2015, os agricultores tiveram meses desafiadores devido à crise instalada no país e o grande volume de chuvas. As perspectivas para 2016 é que ele seja um ano diferente. Para isso, Battistella elucida que é imprescindível manter o olhar sobre o mercado, aproveitando as melhores oportunidades de compra e venda. A Expodireto também pode contribuir nesse sentido. “Acredito que seja importante que os produtores já façam a compra de insumos para garantir o custo de produção e que esses produtores tenham muito presente o momento certo de fazer a comercialização do produto, aproveitando os preços, que, reforço, no Brasil, estão bons em função da alta do dólar, porque as cotações de Chicago, assim como as demais commodities, estão com preços reduzidos”, assegura.

Parceria com o meio-ambiente
Com o objetivo de produzir biodiesel, a BSBIos foi fundada em abril de 2005, instalando estrategicamente uma estrutura moderna em Passo Fundo, perto de suas principais matérias-primas, a soja e a canola. Atualmente, sua capacidade é de fabricar aproximadamente 300 milhões de litros de biodiesel por ano e todo o processo é acompanhado através de um laboratório, que realiza testes e análises capazes de certificar a eficiência e qualidade do produto.

Em 2008, ela tornou-se a primeira empresa no Brasil a receber autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para exportar biodiesel. Um ano depois, ela passou a fornecer biocombustível para o transporte coletivo em Curitiba. A produção e o uso do biodiesel, introduzidos no Brasil pela Lei 11.097/2005, trouxeram ao país melhorias substanciais no que diz respeito à qualidade do ar. “Está cada vez mais clara a importância de diminuirmos a emissão de gases do efeito estufa. Prova disso é que grandes cidades da Europa e da Ásia já proibiram o trânsito de veículos em função da concentração de gases tóxicos no ar, quase chegando a ponto de um ar irrespirável. As energias renováveis são a alternativa correta para que a gente possa ter um meio ambiente mais equilibrado e uma poluição menos agressiva, que tem causado muitas mortes e provocado muitas doenças em todo o mundo”, pondera Battistella.

Um nome de sucesso
Antes de se tornar sócio da Petrobras e dono de uma das maiores empresas de biocombustível do Brasil, Erasmo Carlos Battistella comercializava fertilizantes e era dono de dois postos de gasolina. Em entrevista ao Jornal Diário da Manhã, ele relata os passos mais importantes da sua trajetória até se tornar um nome de influência nacional. “Minha primeira formação foi em técnico agrícola, pois sempre tive ligação com a agricultura, o início do meu trabalho foi com a área de vendas de produtos agrícolas, comercializava defensivos, fertilizantes e cereais. Em sequência entrei em outra atividade também ligada ao comércio, na área dos combustíveis, através de postos de gasolina, no qual trabalhei até meus 28 anos”, comenta.

Os primeiros passos em direção a se tornar sócio da Petrobrás e dono de uma das maiores empresas de biocombustível do país aconteceram numa fila de banco em Colorado – RS, onde possuía os postos, há 12 anos. Naquela época, era discutido pelo Governo Federal o  Plano Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). “Em função dessa ligação com o setor de combustíveis, de possuir uma formação agrícola e de ser filho de agricultores, pude observar com olhos diferentes para a oportunidade do biodiesel. Após pedir uma consultoria ao Banco do Brasil sobre o assunto, resolvi investir na área e me instalar em Passo Fundo/RS. Por intermédio de alguns conhecidos, fui apresentado a empresários locais que apostaram junto comigo na ideia”, declara.

Hoje, a BSBios éa terceira maior produtora de biodiesel do país, crescendo a cada ano que passa. Erasmo considera que se dedica muito para que isso aconteça, estudando e buscando atualização. Além disso, ele permanece como um empresário empreendedor com outros investimentos, como o comércio de máquinas agrícolas, e também na área de energia renovável, com investimentos em geração de energia elétrica. “O primeiro passo ao sucesso é acreditar nos sonhos, sempre mantendo o pé no chão, mas nunca deixando de sonhar. Contudo, além de sonhar, é preciso correr atrás para realizar os sonhos”, elucida.

Fotos

Clique na imagem para ampliar

  • Foto: Divulgação

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027