Especial | Passo Fundo 159 anos

O jornal como ferramenta pedagógica

O jornal como ferramenta pedagógica
Foto: Natalia Arend / DM

Há quase 20 anos o jornal Diário da Manhã criou o projeto DM na Sala de Aula. Através da leitura do jornal, o projeto pretende formar novos leitores e oferecer alternativas as atividades desenvolvidas nas escolas

Desde a primeira vez que o projeto DM na Sala de Aula colocou o pé em uma sala cheia de olhos curiosos, classes e um quadro negro, já se vão quase 20 anos.  O projeto  DM na Sala de Aula nasceu com a intenção de aproximar os estudantes da leitura do jornal diário e nasceu ambicioso, com vontade de se comunicar com os alunos da educação infantil, até o ensino médio e fazer da leitura do jornal e suas plataformas um hábito entre os estudantes. Para afinar essa aproximação a equipe do jornal se encontra a cada dois meses com os educadores das escolas participantes do projeto, para falar sobre educação e discutir a aplicação do conteúdo do jornal na rotina da sala de aula.

O engajamento das escolas, educadores e estudantes é reconhecido através do concurso Jornalista por Um Dia. Com um tema escolhido no início do ano os alunos vão pesquisando, buscando informações e preparando trabalhos que podem ser desenhos ou redações sobre o assunto. No final do ano os trabalhos são enviados à redação, que faz a escolha dos três melhores trabalham que representam a Educação infantil, Ensino Médio e Ensino Fundamental. Os autores dos trabalhos escolhidos são convidados a conhecer a redação do Jornal Diário da Manhã e entender as etapas de produção do jornal.

Os professores, um dos personagens principais desse projeto, são homenageados a cada ano. O educador que mais se envolveu, que envia trabalhos - que são publicados semanalmente no jornal, recebe o título de Professor Homenageado.

Psicanálise e educação
Durante os encontros de formação com os professores, a proposta  dese o início do projeto sempre foi trazer temas que se relacionam com o dia a dia da sala de aula. Palestras, oficinas e exibição de filmes que permitem uma troca entre o conteúdo e a vivência de professores e estudantes.  Em 2015, quando o DM na Sala de Aula, completou 18 anos o Núcleo de Atenção a Educação do Projeto – Associação Científica de Psicanálise se tornou parceiro do DM na Sala Aula através das psicanalistas Fabíola Giacomini de Carli, Luciana Cezar e Vivian Nolasco que passaram a trazer para os encontros temas que relacionam a psicanalise e a educação. Em 2016 e parceria continua e o trio se encontra com os educadores a cada dois meses.

Tardes no museu
Entre as intenções do projeto DM na Sala de Aula, está percorrer espaços da cidade de Passo Fundo que estejam alinhados com a proposta do caderno e dispostos a receber os encontros. Nos últimos anos o auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas já abriu espaço para o DM na Sala de Aula, em 2015 foi a fez do Quiosque da Literatura Roberto Pirovano Zanatta, e em 2016 a parceria é com o Museu de Artes Visuais Ruth Schneider que oferece a sala multiuso para o projeto.  Visitando esses espaços para participar dos encontros, os educadores acabam conhecendo as iniciativas e projetos desses locais. Uma exposição em cartaz do museu pode virar inspiração para a sala de aula ou motivar a próxima visita dos alunos.

Na prática
Um dos exemplos de como o DM na Sala de Aula funciona nas escolas vem da professora, Zélia Canci, 27 anos. A educadora dá aulas em duas escolas estaduais de Passo Fundo e desde 2015 criou o projeto A Palavra em Ação, a partir da leitura do jornal Diário da Manhã, que é enviado para as escolas participantes. “Escrever sempre foi uma das atividades que mais gostava de fazer quando era aluna, assim como ler jornais e revistas. Então, quando fiquei sabendo do projeto DM na sala de Aula queria ensinar algo a mais aos meus alunos, assim como desafiá-los e ajudar na aquisição de novos saberes, mas tendo um suporte confiável e que tivesse informações sobre a localidade deles”, conta a educadora.

O projeto A Palavra em Ação acontece nas escolas Monte Castelo e Maurício Sirotsky Sobrinho e foi criado por Zélia para incentivar os alunos a escrever escrever vários gêneros textuais com suporte das imagens, reportagens, classificados e manchetes do jornal. Com ênfase nas redações com argumentos, ou seja, usar a força da palavra, debater vários assuntos de acordo com a idade de cada turma, e ao decorrer do tempo desafiá-los cada vez mais.

O projeto começou em 2015 na escola Monte Castelo com o  o uso das reportagens para propor temas das redações e promover debates. Em 2016 o projeto foi ampliado e os estudantes das turmas de sétimo e oitavo ano passam a ajudar os alunos do 2º e do 4º ano a produzirem pequenos textos.  “Esta foi uma atividade muito gratificante, pois o retorno é para todos, para mim que tenho bons resultados, os alunos do turno da manhã que já sabem ensinar o que aprenderam e fazem muito bem esta tarefa, e principalmente aos alunos da tarde (2º ao 4º ano) que agora têm ajudantes com muita disposição e vontade de ensinar e aprender”, conta. São cerca de vinte alunos que estudam no turno da manhã e no turno inverso vão a escola para auxiliar os alunos pequenos. Em outubro os estudantes das duas escolas que mais se destacaram na produção de textos vão receber medalhas no concurso de redação.

A professora conta que o principal progresso dos estudantes, tanto de quem começou no ano passado como os estudantes da escola Maurício Sirotsky que iniciaram o projeto nesse ano, é o progresso na escrita e na interpretação de textos, além da capacidade de argumentação dos alunos. “ São alunos que gostam de desafios, sabem elaborar bons textos e quando são desafiados fazem as atividades propostas com empenho. Ademais, aprenderam a utilizar o jornal para fazer excelentes redações”.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027