Diário da Manhã

Especial | Passo Fundo 159 anos

Cuidando do meio ambiente e transformando pessoas

Cuidando do meio ambiente e transformando pessoas
Foto: Divulgação

Conheça o Projeto TransformAção, que existe há nove anos para buscar soluções para diminuir o impacto ambiental do lixo e ainda ajuda muitas pessoas 

Em 2007, com o lançamento da Campanha da Fraternidade que tinha como tema a Amazônia, nasceu um projeto que tem mudado a vida de muitas famílias: o TransformAção.  Esse projeto busca articular a necessidade do cuidado com as vidas humana e ambiental, pensando em soluções para melhorar a harmonia ente elas.

Para isso, foram pensadas em quatro frentes, que norteiam os trabalhos: educação socioambiental, associativismo e cooperativismo, atividades com crianças e adolescentes e participação na elaboração de políticas públicas que tratam dos resíduos sólidos.  Segundo o coordenador de projetos do TransformAção, Volnei Fortuna, essas frentes objetivam “educar para a convivência sadia do ser humano com a natureza, construir alternativas à exploração do meio ambiente, diminuindo o impacto ambiental em nosso meio”.

Entre as frentes, destaca-se a do cooperativismo. Através dela, os resíduos sólidos são devidamente separados e geram renda para famílias carentes. Há quatro cooperativas criadas através do projeto: a AAMA, a Arevi, a Recibela e a Cootraempo. “O TransformAção ajuda com o processo administrativo, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e formação para que os recicladores se emancipem no processo de autogestão. Fizemos intercâmbios também. Daqui uns dias, eles vão para dois irmãos para conhecer uma usina de reciclagem e trazerem elementos positivos para implementarem aqui”, destaca Volnei.

Os 50 recicladores dessas entidades vêm de famílias carentes e encontram na reciclagem um trabalho que gera aprendizado e lucro. “Além de eles desenvolverem um trabalho bonito e fundamental, que é separar os resíduos sólidos, têm uma renda. Isso também ajuda as pessoas a entenderem que lixo tem valor econômico e é necessário ter a sensibilidade de pensar: o que eu estou jogando fora? É preciso reciclar os hábitos”, acrescenta Volnei.

Em 2009, foi criado, ainda, o Projeto TransformAção em Arte, que é voltado para os filhos dos recicladores. Esse projeto desenvolve oficinas educativas com crianças e adolescentes, promovendo, além de habilidades artísticas, valores éticos e humanos. São realizadas com os jovens, oficinas de capoeira, papel reciclado, grupo de estudos, percussão, inclusão digital, pintura, educação para a convivência e dança.  

Volnei explica que cerca de 90% dos recicladores são mulheres. Muitas vezes, enquanto trabalham, elas não têm onde deixar os seus filhos. O TransformAção em Arte, que ocorre na Vila popular, se tornou uma alternativa. “Tem uma coordenadora, um percursionista, um oficineiro de capoeira e uma oficineira de dança, que são funcionários. Também há voluntários nessas atividades”, acrescenta.

A Campanha da Fraternidade era voltada para a Amazônia, mas não impedia que a igreja encontrasse formas de utilizá-la em cada localidade. O TransformAção, acima de tudo, defende que, quando se ensina uma criança, um jovem ou um adulto coisas sobre o meio ambiente, ensina-se a respeitar as pessoas, o espaço que ele divide com os outros e o transforma num ser humano melhor.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027