Gaúcho larga em vantagem na Copinha

Alviverde quebra tabu de 14 anos, vence o Inter e depende de um empate para chegar na semifinal da Copa Wianey Carlet

Fotos Kleiton Vasconcellos/ Diário

Compartilhe

Está derrubado um tabu de 14 anos. Se desde 2004 o Sport Clube Gaúcho não vencia o Internacional, o momento agora é outro. Na tarde de ontem (07), o Alviverde contou com dois gols de Rafinha Magalhães para vencer o Colorado por 2×1, pelas quartas de final da Copa Wianey Carlet.

Um bom público, levando em consideração o horário do jogo, compareceu à Arena. Mas não viu, nos primeiros 45 minutos, bom futebol. Fora um chute em que a bola explodiu no travessão defendido por William Lago, aos 10min, o Inter pouco fez. Já o Gaúcho foi mais incisivo. Teve mais oportunidades e quase abriu o placar em chute de Pilões, aos 22min. Já aos 42min não deu para a defesa colorada. No lance, o lateral Dartora avançou pela direita e cruzou rasteiro. No centro da área estava Rafinha Magalhães. O camisa 11, em velocidade, deslocou do goleiro Igor José para fazer o 1×0 ao Alviverde.

O segundo tempo, como era de se esperar, teve muitas alterações nas equipes. E também uma nova postura dos visitantes. Com a derrota, o Inter passou a apostar ainda mais nas jogadas aéreas e chutes de longa distância. Assim, aos poucos foi se aproximando do empate e furou a defesa do Gaúcho aos 16min, com gol do meia Ramos. Mas o Alviverde não deixou barato. Aos 22min, Rafinha Magalhães aproveitou uma cobrança rápida de falta para entrar na área, driblar Igor José e fazer o 2×1.

Autor dos dois gols do Gaúcho, Rafinha Magalhães foi festejado pela torcida. Conforme ele, “é um resultado importante. O grupo está de parabéns pela boa partida. Agora é descansar, que ainda tem mais 90 minutos”.

Com o resultado, o Gaúcho tem a vantagem para o jogo da volta, a ser disputado domingo (11), ao meio-dia, na Morada dos Quero Quero, em Alvorada. Poderá empatar por qualquer placar que mesmo assim avança para a semifinal. Se perder por 1×0, é eliminado. A derrota por 2×1 leva a decisão para pênaltis.

Gaúcho 2×1 Inter

Gaúcho (2): William Lago; Dartora (Boni), Bruno, Wagner e Rafinha Carletti; Adílson, Júlio e Gustavinho (Maylon); Dimitry, Pilões (Vini) e Rafinha Magalhães. Técnico: Fabiano Borba.

Inter (1): Igor José; Leandro Mendes (Leocovick), Pedro Henrique, Volnei e Yan Petter (Jonathan); João Gabriel, Ramos e Brenner; Gabriel (Dudu), Edson (Erick) e Wallace (Edílson). Técnico: Manu Correa.

Local: Arena BSBios Wolmar Salton, em Passo Fundo.

Leia grátis o jornal digital

Comentários
Diário da Manhã

Diário da Manhã - Todos os direitos reservados. All rights reserved ®