Polícia apura ataque a jovem que teve o corpo marcado com canivete

Vítima, de 19 anos, relatou ter sido espancada por trio em Porto Alegre

Foto: Divulgação Internet

Compartilhe

A Polícia Civil apura um ataque a uma jovem na Cidade Baixa, em Porto Alegre. O caso, que teria ocorrido na noite de segunda-feira (8), na Rua Baronesa do Gravataí, próximo à Rua da República, foi registrado como lesão corporal. A jovem, de 19 anos, relatou aos policiais que foi atacada por três homens, agredida e teve marcado no corpo com canivete um desenho semelhante à suástica, símbolo nazista.

A vítima contou aos policiais que vestia uma camiseta identificada com “Ele não”, movimento contrário à eleição de Jair Bolsonaro (PSL). A jovem também estaria com uma bandeira LGBT+ na mochila. Ela disse à polícia que, por volta das 19h30min, foi atacada pelo trio próximo a um colégio. Os homens teriam desferido socos contra ela e, em seguida, enquanto dois a seguravam, um fez os riscos com o canivete em sua barriga.

Segundo o delegado, o episódio foi registrado na terça-feira (9) pela vítima na 2ª Delegacia de Polícia (DP). A ocorrência chegou nesta quarta-feira ao conhecimento da equipe da 1ª DP. Os policiais ainda irão ouvir a jovem e buscar imagens de câmeras de segurança das proximidades do local onde teria ocorrido o ataque. “Estamos investigando e vamos tentar esclarecer essa situação o mais rápido possível” afirmou o delegado.

Fonte: Gaucha ZH

Leia grátis o jornal digital

Comentários
Diário da Manhã

Diário da Manhã - Todos os direitos reservados. All rights reserved ®