Diário da Manhã

Post it

Revolução no trabalho

Autor: Redação Diário da Manhã
Revolução no trabalho
Foto: Divulgação / Google

O ambiente de trabalho de empresas como o Google, Facebook e outras empresas inovadoras tem transformado o ambiente de trabalho. Nestes lugares o funcionário é estimulado a ter projetos paralelos, falhas são consideradas parte do processo e a convivência entre os trabalhadores é estimulada 

Sequer existente no século passado, a Google hoje exerce uma mística que vai desde jovens até executivos de grandes corporações. Trabalhar de bermuda, descer para o térreo de escorregador e jogar videogame em plena segunda-feira às 9 da manhã, são alguns dos atrativos da extravagante indústria de sonhos digitais de Mountain View, mas seria só isso ?

A criatividade iniciou sendo reconhecida como atributo mágico ou divino de um ser, e passou com o tempo a ser entendida sob uma visão sistêmica, conhecido como 4Ps da criatividade: Pessoa, Processo, Produto e Ambiente (Pressão). O último P, que traduzido para português é um A, trata do ambiente em que a criatividade se desenvolve. Entende-se esse “ambiente” como a pressão externa que se exerce no indivíduo através de várias dimensões, sendo as três principais, a necessidade, tolerância a falhas e ambiente físico.

Estímulo para inovar
Na Google, desenvolver projetos com base em necessidade ou interesses pessoais não só é aceito, como estimulado e recompensado. Lá existe a “política dos 20%”, onde 1/5 do tempo total de trabalho, o funcionário pode ocupar com projetos que precisa ou tem interesse, e ainda pode convencer colegas a segui-lo em seus projetos, em uma seleção naturais de ideias. Essa estratégia rendeu dezenas de projetos, com o Gmail e o novo assistente pessoal Google Now, desenvolvido inicialmente por Andrew Kirmse, e que reuniu uma equipe para seu desenvolvimento inicialmente nesse tempo “livre”.

Em segundo, o nível de tradicionalismo ou tolerância a falhas que a sociedade aceita – onde recortes sociais mais fechados ou arraigados em modelos tradicionais, pouco tolerantes a risco ou pouco propensos à inovação, acabam por abafar o potencial criativo de todo o ecossistema, reforçando o status quo. Tanto a Google quanto todo o Silicon Valley, tem a alta tolerância a falhas em seu DNA. Fato disso, é o Laboratório secreto chamado Google X, que se propõe a fazer esquisitices excêntricas - conhecidas tecnicamente como inovação disruptiva, mas que já apontam para grandes quebras de paradigmas sociais e culturais.

O meio influencia
Por último, o ambiente físico em si, ou seja, o local onde as pessoas vivem, interagem, laboram e produzem conhecimento. O espaço físico tem impacto direto no nível de criatividade observado, sendo proporcional à interações ricas que gera. Ambientes deslocados, jovens, alegres, com piadas arquitetônicas inteligentes, que permitem que os funcionários sejam eles mesmos, trazendo objetos pessoais e deixando sua marca, gerando interação contínua, são a marca dessa terceira dimensão de Ambiente Criativo. A regra é minimizar ambientes individuais, apáticos e sem vida, e maximizar ambientes de interação, favorecendo física e culturalmente a troca, a aproximação por interesse ou por projeto, tornando a experiência de trabalhar mais rica e estimulante.

Na Google, os espaços de convivência são muitos, e são coloridos, usam pufs, acrílico e sacadas inteligentes de iluminação e interação. Existem tendas, redes e balanços para se trabalhar em cima, espaços para tirar uma soneca depois do almoço, espaço de jogos que vão desde clássicos de tabuleiros até os últimos videogames com dispositivos de realidade virtual. Os lanches estão por toda parte, e são em geral naturais e servidos em locais interessantes, como a carroceria de uma Kombi, bem no meio do refeitório.

Mesas quadradas com computadores em cima? Claro que existem, mas são apenas uma opção entre os vários espaços de trabalho oferecidos – use o que lhe convém nesse momento, seja você e produza ! Opa, produzir? Não é só um local de diversão? Metas claras, projetos com escopo bem definido, exercício de liderança constante, poucas reuniões formais e alta interação transformam diversão em alta produtividade.

* Colaborou Amilton Martins, Coordenador das Escolas de Ciência da Computação e Sistemas de Informação da IMED

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027