Diário da Manhã

Revista Bella

Um legado que ficará para sempre

Autor: Redação Passo Fundo

Dyógenes A. Martins Pinto (In Memoriam), foi Governador do Lions Clube por duas vezes (AL 89/90 e AL 96/97). Clélia Fontoura Martins Pinto, sua esposa, o acompanhou em todas as atividades, viagens e projetos, sem falar no apoio e incentivo aos sonhos do esposo, um deles, o Hospital de Olhos de Passo Fundo. Recentemente, durante Convenção do Lions em Roma, na Itália, Dyógenes foi homenageado pelo trabalho que desenvolveu ao longo de sua vida em prol do Lions e de todas as pessoas.

Dona Clélia relembra, que há muito tempo faz parte do Lions. “Desde o tempo que meu pai participava”, relembra. “Eu lecionava na Universidade, e assim que acabava a aula, eu trocava de roupa e saíamos Dyógenes e eu em viagem para outras cidades, sempre em atividade. O Dyógenes dizia que o Lions era a segunda vida dele”, destaca. Dona Clélia conta ainda, que eles tinham que visitar todos os clubes pertencentes ao Distrito LD-7, além de realizar reuniões sempre que necessário. “Mas o Dyógenes tinha paixão pelas atividades que fazia”, enfatiza.

Um sonho que se tornou realidade
O Hospital de Olhos Lions Dyógenes Auildo Martins Pinto, de Passo Fundo, é um dos sonhos de Dyógenes que virou realidade. “Quando ele pensou em construir o Hospital de Olhos, eu questionei o por que, sendo que ele não conhecia nada da área da saúde. Mas ele vivia para o Hospital de Olhos e dizia sempre que ali seria um grande Hospital e hoje é”. Para dona Clélia, atuar junto ao Lions é gratificante. “É um trabalho beneficente que a gente se orgulha e por isso continuamos com nossas atividades, nossas ações, bazares. É um trabalho gratificante”. Dona Clélia destaca que a atividade que mais a marcou, sem duvidas é o Hospital de Olhos. “Chegar ao Hospital e ver a realização daquele sonho. Aquilo era um sonho no início. Afinal, um homem que não tinha nada a ver com a área médica sonhar e fazer um hospital... O Dyógenes era muito idealizador. Ele sonhava e procurava fazer, sempre pensando positivo, e ele conseguia. A homenagem que fizeram, batizando o Hospital de Olhos com o nome dele foi merecida. É uma coisa que ele fez, que ele projetou e com muito esforço e auxílio de outras pessoas foi construído. Ele deixou um legado muito bonito por que, quando a gente entra lá e vê aquela quantidade de gente precisando, conseguindo a consulta, o atendimento. Isso é gratificante”.

Sentimento de dever cumprido
As atividades no Lions seguem, e dona Clélia está sempre engajadas nos bazares e demais serviços idealizados em prol, das pessoas que necessitam. “É muito gratificante tudo isso. Pena que nem todos pensam em deixar alguma coisa. São tantos que precisam e poucos que fazem. Temos o sentimento de dever cumprido por tudo que já fizemos, e por tudo que o Dyógenes fez. Uma pena que ele não esteja fisicamente vendo e acompanhando, por que ele fez para as pessoas que precisam. Quero que as pessoas continuem com o trabalho, que os Governadores levem adiante e que não deixem o trabalho do Lions acabar”, salienta dona Clélia.

Homenagem merecida
Recentemente, aconteceu o 9° Encontro do Lions, o qual foi realizado em Roma, na Itália, onde Dyógenes A. Martins Pinto, recebeu uma homenagem pelo trabalho desempenhado junto ao Lions. “Temos um grupo de ex-governadores e a gente esteve na Itália durante uma convenção, onde o Dyógenes foi homenageado. Recebemos um troféu, lá tinham camisetas com o nome dele, quer dizer, não é qualquer um que consegue isso. E, não é por questão financeira que ele conseguiu isso, foi a força de vontade, o trabalho e amor dele”, comenta dona Clélia. “Foi uma homenagem justa, não para nos engrandecer, mas pelo legado que ele deixou. E isso é muito bom”, acrescenta.

Colegiado 1996/1997, na Itália
Em e-mail enviado para a atual Presidente do Grupo Diário da Manhã, Janesca Maria Martins Pinto, foi destacado a participação do Colegiado 1996/1997 na homenagem à Dyógenes A. Martins Pinto. “[…] Momento de grandeza do Encontro foi a homenagem prestada em hotel de Roma ao saudoso PDG Dyógenes A. Martins Pinto, Patrono do 9º Encontro, à época Governador do L-22. Os CCLL Marco Antonio, Paulo Pimpão e Aristóteles Falcão, destacaram que ele comungava de nossas alegrias e preocupações, batalhava ombro a ombro com nossos líderes, trabalhava incessantemente para concretizar a construção do Hospital de Olhos de Passos Fundo, com espírito iluminado, disposto a todos os compromissos com o ideal de servir desinteressadamente. O CL Dyógenes, partícipe indispensável nos eventos leonísticos no país e no exterior, numa dessas participações, chefiando a delegação brasileira na Convenção Internacional de Birmingham, veio a falecer em pleno desfile das delegações. Era também um pai e marido com méritos indiscutíveis. A família do CL Dyógenes foi representada por Maria Augusta Tagliari e Marilda Neves, que receberam uma Placa de Reconhecimento e um banner especial que deverá ser afixado no Hospital de Olhos de Passo Fundo. [...]”.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027