Diário da Manhã

Agro Diário

Nota de Esclarecimento sobre controle da doença do mormo no RS

Autor: Fonte externa

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), através do Departamento de Defesa Agropecuária, em conjunto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), esclarecer informações a respeito da doença do mormo, que está sob monitoramento e controle no Estado do Rio Grande do Sul

1º - Lamentamos o fato ocorrido recentemente no município de Três de Maio, envolvendo um proprietário de equino diagnosticado com mormo por meio de exame oficializado pelo Ministério da Agricultura.

2 º - De acordo com a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), o mormo trata-se de uma zoonose, uma doença transmissível entre animais e seres humanos, razão adicional para que a Secretaria da Agricultura tome todas as precauções necessárias para a adequada proteção da saúde pública. No entanto, qualquer exposição desnecessária a riscos biológicos é sempre desaconselhável, pois pode trazer consequências graves para a saúde.

3º - É fundamental ressaltar que no Brasil são 24 os estados que possuem incidência do mormo e que os procedimentos de exames adotados são os mesmos, pois há o dever de cumprir as determinações previstas em legislação do Ministério da Agricultura, as quais são baseadas em procedimentos reconhecidos internacionalmente pela OIE.

4º - Passado um ano do primeiro caso de mormo diagnosticado, é importante destacar que, desde o início do mês de maio, as equipes técnicas da Secretaria, do Ministério da Agricultura e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) estão realizando um estudo técnico cruzando dados do números de exames feitos neste ano, relacionando com os focos e o número de casos positivos verificados, com o objetivo de justificar a ampliação do prazo para permissão de trânsito de equinos para seis meses. Esse procedimento é de conhecimento do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Federação Gaúcha de Laço e entidades de associações de cavalos, que estiveram reunidos na Secretaria da Agricultura no dia 13 de maio passado e foram informados sobre o levantamento. O estudo será concluído até o final do mês de maio.

5º - Por fim, a Secretaria da Agricultura e o Mapa reiteraram que todos os procedimentos efetuados para o diagnóstico da doença do mormo, bem como seus exames, seguem o rigor da legislação vigente e são necessários para preservar justamente o cavalo, animal tão caro e sagrado para nossas tradições gaúchas. 

 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027