Diário da Manhã

Geral

Exposições de conhecimento

Autor: Liliana Crivello - Daniela Agostinetto
Exposições de conhecimento
Foto: Daniela Agostinetto / DM

Alunos do ensino médio do Colégio Salvatoriano Bom Conselho, participaram de uma feira interdisciplinar, que teve como objetivo principal introduzi-los ao espirito cientifico, fazendo com que os estudantes criassem sua ciência a partir de quatro temas: dia a dia, educação, tecnologia e saúde

Durante toda a sexta-feira (15), a feira interdisciplinar do Colégio Salvatoriano Bom Conselho (FEIBC) reuniu escolas municipais e estaduais de Passo Fundo e região, como também, autoridades municipais. Tradicionalmente realizada a cada dois anos, a feira deste ano teve como tema “Criar com Ciência”, a partir disso, os alunos teriam que criar projetos com soluções para os sub temas: dia a dia, educação, tecnologia e saúde.

Ao longo de 24 estandes, grupos compostos pelos alunos do ensino médio da instituição, apresentaram seus projetos e estudos desenvolvidos. De acordo com o supervisor da feira e coordenador pedagógico do ensino fundamental II e médio, Claudionei Gengnagel, a feira desse ano se sobressaiu com a excelência dos trabalhos desenvolvidos e apresentados. "O processo envolve todas as disciplinas, os alunos se preparam durante dois meses, e cada grupo tem um professor orientador. Os projetos desse ano visam solucionar problemas que a nossa sociedade enfrenta, nas área dos sub temas" , explica.

Este ano a novidade foi a FEIBC Júnior, que tem como objetivo fomentar nos estudantes do 9º ano o espírito científico e introduzi-los no contexto do ensino médio. Os experimentos foram criados e orientados pelos professores da área de Biologia, Física e Química, apresentados em sala de aula e o banner está exposto na FEIBC.

Conforme a professora que orientou um dos grupos, Fabiana Ferreira, os alunos viveram a experiencia e, criaram até mesmo, uma página na rede social facebook, onde passaram a dar dicas referentes ao estudo realizado por eles. O tema do grupo da professora Fabiana era: “Enigma do Sabugo”, o qual buscou soluções simples para o auxilio na questão de saúde e saneamento. “Eles entrevistaram pessoas influentes no meio da saúde e da gestão social dos estados e dos municípios. Foram buscando personalidades que pudessem contribuir, contando um pouco de suas experiências dentro dessas questões, na simplicidade dentro da ciência e da medicina ”, conta.

O aluno do grupo “Enigma do Sabugo”, João Marcelo de Sena, conta que todo o estudo desenvolvido em razão do trabalho foi único e agregou no resultado final, como também, na sua construção própria de conhecimento. “Essas pessoas nos transmitiram muito, claro que além do trabalho que tivemos na realização do estudo, nos aprendemos muito. Nós saímos de cada entrevista impressionados com as informações que eles nos passavam. Foi uma experiência muito interessante”, ressalta.

"O nosso projeto foi intitulado de 'Dona Socorro'. Criamos pensando nos idosos, para trazer mais tranquilidade, segurança e independência nesta fase da vida que é tão delicada", conta a aluna Narhida F. Dornelles, da 3ª série do Ensino Médio.

"Fizemos a nossa pesquisa a partir de estudos americanos. Foi muito interativo e educativo", diz Cristiano R. Salles, aluno da 1ª série do Ensino Médio, e que apresentou o trabalho "Escola Autossustentável".

Além de todos os trabalhos expostos, a grande atração da feira foi a réplica do robô R2-D2, peça esta de acervo do Museu e Observatório COSMOS de Itaara- RS. O robô prendeu a atenção dos estudantes, professores, funcionários e visitantes da feira e além desses, quem mais se deliciou com a aparição do robozinho que emitia barulhos e soltava jatos de fumaça, foram as crianças, filas e olhares admirados cercavam o invento.


O robô R2-D2 é um pequeno robô e um dos principais personagens da saga Star Wars. No filme, ele é um dróide astromecânico, responsável por manutenção e navegação de astronaves. Fala uma "linguagem" incompreensível, de bipes e sons eletrônicos. Ele foi criado com o objetivo de promover a Ciência, Tecnologia e Robótica. São 214 unidades licenciadas do R2-D2 no mundo, destas, 3 estão no Brasil e uma delas está em Itaara, no Rio Grande do Sul.

Os grupos foram avaliados por professores e funcionários e, na próxima semana, acontecerá a premiação do 1º, 2º e 3º lugar.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027