Diário da Manhã

Eleições

“Acreditávamos numa paridade e na possibilidade de vitória”

Autor: Alessandro Tavares

Para o presidente do PTB, Wilson Moreira, a coligação não errou em suas estratégias, mas a proposta que a coligação tinha é que não teria sido compreendia pelos eleitores. Ele diz que a coligação enfrentou duas campanhas diferentes em uma mesma eleição

Em entrevista ao DM, o presidente do PTB em Carazinho, Wilson Moreira, afirmou que na sua visão, a coligação que representava participou de duas campanhas, uma que inicialmente estava preparada para enfrentar Aylton e Milton e mais tarde teve que debater com Milton e Sant'Anna. “Vejo que a eleição para nós se dividiu em dois embates. Considero que enfrentamos duas eleições. Uma com um tipo de situação e outra com uma dupla renovada e que veio mais ou menos na mesma linha dos nossos candidatos”, afirma Moreira.

Quando perguntado onde o partido e a coligação eventualmente tenham errado nestas eleições, Moreira diz que não sabe se a avaliação pode ser vista desta forma. “Não sei se erramos algumas coisas. O fato é que tivemos uma proposta diferente da situação atual e levamos à população e ela não entendeu a nossa proposta, e até onde a população de se manteve quieta, no sentido de não se manifestar. A acolhida que tínhamos na campanha que fizemos foi boa, tanto que acreditávamos numa paridade e na possibilidade de vitória. Não vejo que tenhamos errado. Tínhamos pessoas de bem, com formação, com propostas reais e dentro do orçamento. Pessoas com uma rede de relacionamentos e com a possibilidade de conseguir recursos em Brasília. Não vejo erro. Erro é as pessoas se omitirem e mentirem e nós não fizemos isso”, pontua.

PTB não elegeu vereadores
Em relação ao fato do PTB, que hoje ainda tem na Câmara de Vereadores a representação de Rudinei Brombilla que se filiou a sigla neste ano quando da chamada janela eleitoral, na eleição do último 2 de outubro não conseguiu eleger nenhum representante, Moreira ressalta que os processos de impugnação dos registros de parte dos candidatos a vereador (a) pelo partido que tramitaram no TRE até quase o final da campanha para a maioria, pesou para o resultado. “Sofremos muito. Somente no dia 27 de setembro é que tivemos o nosso último candidato sendo liberado no tribunal, por falha gerada pelo próprio sistema do tribunal, e isso nos obrigou, em dado momento, a compor uma lista única. Como se estabeleceu esta instabilidade total a cerca dos registros no Filiaweb, isto nos prejudicou de sobremaneira que fomos para a eleição com vários dos nossos impugnados. Não há como firmar algo concreto, com base sólida com esta espada na cabeça. Claro que nós não fomos obrigados a compor com ninguém, mas se nós tivéssemos ido somente nesta coligação inicial com PTB, Solidariedade e PSC nós teríamos feito no mínimo o Ivomar de Andrade, que foi o mais votado e a Mirian Oliveira teria passado com segurança na sobra de votos, pois tivemos votos na legenda”, argumenta.

O peso do video
Quando questionado se em sua avaliação o vídeo gravado por pessoas vinculadas a um dos partidos da coligação, feito em frente a sede do TRE e que foi amplamente divulgado nas redes sociais, teve impacto nas eleições, Moreira comenta que sim, no entanto, afirma não compreender o que a população tem considerado por parâmetro se este foi o caso. “Sempre que há uma participação de pessoas alheias à campanha e que de fato tenha situação que possa comprometer as propostas dos candidatos, prejudica. Mas não entendo o caso da sociedade de Carazinho pegar tão pesado nesta questão do vídeo, que não tem nada a ver com o Arsego e João, e isso ficou provado na campanha, e ao mesmo tempo permitir a participação de uma pessoa com tantos processos na Justiça, como se isso fosse algo trivial ou aceitável. A sociedade carazinhense deve rever seus conceitos neste aspecto, parece que existe dois pesos e duas medidas. Um é o querido da nação e o outro o execrado, mas como o voto é democrático, é da consciência de cada um, quem sou eu pra questionar o voto, mas enquanto da moralidade, sou obrigado a me rebelar. Não há como uma cidade admitir isso”, conclui Moreira.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027