Diário da Manhã

Agro Diário

Mais de mil produtores rurais discutem a previdência na Expodireto

Autor: Redação Diário da Manhã
Mais de mil produtores rurais discutem a previdência na Expodireto
Foto: Aline Prestes/DM

Auditório central do parque, em Não-Me-Toque, ficou lotado e muita gente teve que assistir o pronunciamento do lado de fora, através de um telão

A chuva não impediu a reivindicação de mais de mil produtores rurais que lotaram a frente e o interior do Auditório Central da Expodireto, na Audiência Pública sobre os impactos da Reforma da Previdência na Aposentadoria Rural, no dia 10 de março - reunião coordenada pela senadora Ana Amélia (PP-RS), Cotrijal e Senado Federal.

Por entender a relevância deste tema e a essa ansiedade do produtor rural diante do problema da reforma previdenciária na aposentadoria rural, se fez esta audiência pública. A atividade rural tem que ser respeitada nas mudanças propostas pela PEC desta reforma.

Praticamente todo o RS foi representado através da presença de deputados federais e estaduais, dezenas de prefeitos, vereadores, sindicatos, parlamentares e lideranças do setor e agricultores de todo o Estado. Muitos trouxeram documentos, cartas, correspondências e reivindicações entregues em mãos a senadora Ana Amélia, durante a audiência transmitida pela TV do Senado e Canal Rural.

Engajados neste tema importante, a aposentadoria rural, e em defesa da agricultura participaram do debate o presidente da Cotrijal, Nei César Mânica; senadora Ana Amélia (PP-RS); secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, Ernani Pólo; deputado Heitor Schuch, deputado Edegar Pretto, presidente da Assembleia Legislativa do RS; prefeito de Não-Me-Toque, Armando Carlos Roos; consultor da Confederação Nacional de Municípios, Mario Nascimento; presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS, Carlos Joel da Silva; presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Jane Lucia Wilhelm Berwanger; diretor de Assuntos dos Aposentados e Pencionistas do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do RS, Ademar Petry Delegados.

Uma das perguntas foi, onde estão os 426 bilhões que a previdência não recebeu? Como todos os demais deputados presentes, a senadora Ana Amélia disse que não votará a favor desta PEC, sugerida pelo governo federal, com as mudanças da forma como estão. “A aposentadoria rural tem sido um dos temas mais polêmicos e debatidos pelos parlamentares neste começo de ano. Os direitos conquistados e adquiridos pelos agricultores familiares não podem ser prejudicados”, frizou a senadora Ana Amélia.

Nas falas dos deputados em toda a audiência, foi clara a posição em não apoiar as mudanças, como na questão da aposentadoria rural, e sobre os direitos da mulher consagrados pela constituição.

“Este projeto vai afundar, não vai ser aprovado”, contestou o deputado Elvino Bon Gass. “Amanhã pode ser tarde demais, vamos cobrar de quem deve, não pensem que quem já está aposentado está livre desta PEC, temos que nos posicionar para não sermos passados para atrás”, alertou o deputado Elton Weber.

“Não neguem a cultura familiar rural, os maiores sonegadores são os maiores responsáveis pelo rombo na previdência”, falou o deputado Altemir Tortelli.

Adeles Andzrevski, coordenadora do grupo de mulheres de Candido Godoim, e coordenadora regional de Santa Rosa, uma das mulheres presentes na audiência disse que o povo está revoltado. “Eu espero que as autoridades tenham consciência que vão afetar todos os trabalhadores, não só o setor rural. A sustentabilidade rural nos pequenos municípios é a previdência, a aposentadoria”.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027