Diário da Manhã

Estado

Temporal causa destruição pelo Estado

Autor: Redação Diário da Manhã
Temporal causa destruição pelo Estado
Foto: Rodolfo Sgorla da Silva/DM

Forte chuva e ventos de até de 150km/h atingem principalmente regiões da Serra e central

No último domingo (12), uma forte chuva provocou danos e desabrigou famílias por todo o Rio Grande do Sul. Vários municípios do Estado, principalmente nas regiões central e serrana, passaram a segunda-feira contabilizando danos e atendendo vítimas.

A cidade mais atingida, segundo dados divulgados pela Defesa Civil, foi São Francisco de Paula. Aproximadamente 500 casas foram destruídas, afetando mais de 1,6 mil pessoas, 70 pessoas ficaram feridas, e uma vítima morreu. O governo estadual determinou a liberação de R$ 175 mil, para auxiliar na área da saúde do município.

O Instituto MetSul Meteorologia afirma que uma frente fria avançou sobre o Estado nesse fim de semana, com potente linha de raios, granizo e vento forte, e após analisar as condições climáticas concluiu que o fenômeno se trata de um tornado, que em alguns pontos da cidade chegou a ter ventos com velocidades de até 150km/h. A Defesa Civil já havia emitido um aviso de atenção para possível precipitação, vendaval e queda de granizo no estado, que estava previsto para ocorrer ainda na última sexta-feira (10).

Outros municípios registaram grandes estragos como Santa Maria, na região central do Estado, que teve 700 casas destruídas e vários alagamentos, e Cristal, onde 150 pessoas foram afetadas pelos danos causados, e várias áreas rurais tiveram sua produção destruída pelas chuvas. Ao todo, 17 municípios sofreram com o temporal.

Em Passo Fundo, a chuva começou nas primeiras horas do domingo, com ventos fortes e chuva intensa, que segundo dados fornecidos pela Cotrijal, chegou a mais 40 milímetros. Porém não foram registrados grandes danos, sendo que o Corpo de Bombeiros atenderam apenas algumas poucas ocorrências de quedas de árvores.

Chuvas e ventos causam estragos em Carazinho

A previsão do tempo até indicava a possibilidade de pancadas de chuva para Carazinho no sábado (11), o que acabou não se confirmando. No domingo, porém, a situação foi diferente. Mesmo com uma precipitação não tão elevada, foram 23 milímetros de chuva, segundo levantamento realizado pela Cotrijal, e estragos acabaram acontecendo na cidade.

Além da chuva, concentrada em fortes pancadas no começo da manhã, ventos também tiveram contribuição nos danos causados. O Corpo de Bombeiros registrou dois destelhamentos parciais de residências. O domingo ainda teve um alagamento de moradia e diversos casos de quedas de árvore sobre calçadas e vias públicas, inclusive na Avenida Flores da Cunha, no Centro da cidade. Durante o atendimento a essas ocorrências, os Bombeiros ainda registram um incêndio em residência. O fato aconteceu por volta das 10h, no bairro São Sebastião, e causou danos de pequena proporção na casa.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027