Diário da Manhã

Agro Diário

CESA coloca à venda unidades do interior

Autor: Redação Diário da Manhã
CESA coloca à venda unidades do interior
Foto: Bethânia Helder

Valor arrecadado será utilizado para abater dívida trabalhista. Postos de Júlio de Castilhos, Santa Rosa, Nova Prata, Cruz Alta, Santa Bárbara e Passo Fundo estão na lista

A Companhia Estadual de Silos e Armazéns (CESA), vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação, anunciou na quinta-feira (16) a venda de seis unidades no interior: Júlio de Castilhos, Santa Rosa, Nova Prata, Cruz Alta, Santa Bárbara e Passo Fundo. As unidades foram liberadas da penhora para constituir o primeiro lote de licitações do tipo concorrência pelo melhor preço, com o qual a Companhia espera arrecadar cerca de R$ 54 milhões.

Em acordo firmado com o Sindicato dos Trabalhadores na Justiça do Trabalho, a atual diretoria pôs fim a uma ação contra o Estado na ordem de R$ 280 milhões, reduzindo-a para 40%, com pagamento em 72 parcelas. “Neste acordo, se acertou que unidades seriam colocadas à venda para cobrir esse valor da dívida trabalhista. A partir da sua homologação, nós agora iniciaremos o processo de venda”, explicou o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo.

No primeiro lote de vendas, todo o valor arrecadado será revertido para o pagamento desta dívida. Um segundo lote de unidades deverá ser vendido na sequência, em que 60% do valor vai para o pagamento da dívida, 30% para investimentos na Companhia e 10% para um fundo para custear outras ações trabalhistas.

A venda das unidades segue orientação do Governo do Estado para enxugar a empresa, administrar seu passivo trabalhista, alienar filiais deficitárias e investir nas unidades rentáveis. De acordo com o diretor-presidente da CESA, Carlos Vanderley Kercher, todos esses esforços fizeram com que a Companhia consiga se manter. “Hoje, a CESA se sustenta, no seu dia a dia, com sua própria receita”, concluiu.

Primeiras unidades

A CESA já publicou dois editais de venda, referentes às unidades de Júlio de Castilhos e Santa Rosa. A unidade de Júlio de Castilhos, avaliada por auditoria independente em R$ 6,7 milhões, conta com dois silos de concreto, um armazém metálico e tem capacidade para armazenar 38,5 mil toneladas de grãos, em área total de 19,5 mil metros quadrados. Em Santa Rosa, a área total de 29 mil metros quadrados foi avaliada em R$ 12,4 milhões.

A Companhia

A Companhia Estadual de Silos e Armazéns – CESA foi criada em dezembro de 1952, com a finalidade de suprir o setor agrícola de uma infraestrutura de armazenagem compatível com as crescentes safras gaúchas. Com sede administrativa em Porto Alegre, a Companhia conta com 19 (dezenove) filiais ativas, distribuídas em 22 (vinte e dois) municípios do Estado, totalizando a quantia de 469.500 (quatrocentos e sessenta e nove mil e quinhentas) toneladas de capacidade estática para armazenagem.

Vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, a CESA foi pioneira no Brasil na instalação de uma rede integrada de silos e armazéns. É uma instituição de uso público que atende produtores de pequeno, médio e grande porte, cooperativas, governo, indústria e comércio. Portanto, atua como uma empresa prestadora de serviços depositária de produtos de terceiros.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027