Diário da Manhã

Educação

Flexibilização devido falta de professores

Autor: Matheus Moraes
Flexibilização devido falta de professores
Foto: Matheus Moraes/DM

Escolas estaduais precisam adequar carga horária de disciplinas por defasagem de educadores. Coordenadoria Regional de Educação aguarda aprovação de contratos temporários para suprir carência

Após um mês do início do ano letivo para as escolas estaduais, muitas ainda enfrentam dificuldades para oferecer períodos completos para os estudantes. A adversidade se deve à falta de professores em muitos educandários, em razão da solicitação de laudos por parte dos educadores. O problema é uma realidade, também, em função do novo currículo do ensino médio, estabelecido pelo governo federal ainda no ano passado. Em Passo Fundo, escolas como Protásio Alves, Cecy Leite Costa, Fagundes dos Reis, Alberto Pasqualini e EENAV lidam com esse entrave, segundo a 7ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

O coordenador da 7ª CRE, professor Santos Olavo Misturini, esclarece que a alteração na base curricular fez com que muitas disciplinas tivessem sua carga horária reduzida e se tornassem equivalentes junto as demais que não sofreram alteração. Em razão disso, houve uma lacuna aberta nas disciplinas de História, Geografia, Ciências, Física e Química, segundo ele. “Essa pendência existe desde o início do ano. As indicações nacionais fizeram com que houvessem essas limitações nas escolas. Não acontece só em Passo Fundo, é no Estado todo. Não é porque não tem professor, mas por causa dos laudos”, explica.

O coordenador relata, ainda, que a 7ª CRE aguarda a liberação dos contratos temporários para suprir as vagas. No entanto, ainda depende da aprovação na Assembleia Legislativa. É necessário avanço em projetos como o pacote de cortes do governo estadual. “Houve entrave nas relações entre governo e assembleia, que ainda não foram votados esses projetos. Temos um número significativo de escolas com limitação de recursos humanos nessas disciplinas na região. Todas escolas com mais de 500 alunos enfrentam esse problema”, informa.

A dificuldade é encontrada na Escola Estadual de Ensino Médio Protásio Alves. Além disso, outro fator que prejudicou o andamento das aulas foi a greve dos professores, a qual cinco professores do educandário participaram, mas retornaram às atividades nesta semana. De acordo com o vice-diretor da instituição, Laercio Fernandes dos Santos, um professor se desligou da escola, que já possui ausência de professores de português. Em razão disso, o vice-diretor, que também é professor de português, começou a lecionar aulas para os estudantes. “Como a nossa prioridade é o aluno, não posso deixá-lo em aula. Temos que dar aula em respeito aos pais que nos confiam seus filhos. A gente precisa dar um jeito”, relata. A direção da Escola Protásio Alves aguarda uma nova chamada da 7ª CRE para repor os professores em falta.

A orientação da 7ª CRE é que as escolas realizem cobertura das aulas perdidas de forma que não necessite atrasar o encerramento do ano letivo, programado para 22 de dezembro. Num primeiro momento, se o educandário possui um professor de uma disciplina com 30 horas trimestrais, ele pode ultrapassar a marca para 45 horas trimestrais. As 15 horas a mais seriam repassadas, posteriormente, em outro trimestre, para uma disciplina que não esteja disponível no momento em razão da ausência de professor. “Você não consegue antecipar toda sua carga horária num trimestre. Então, você aumenta agora para um e depois o outro terá uma carga horária maior. Um cobre a demanda do outro”, afirma. Segundo Santos, a medida tomada em nível estadual representa o bom senso dos diretores escolares. “Não há outra alternativa. Mandar o aluno para casa é muito pior. Há bom senso das escolas para mediar esses problemas”, conclui.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas
O6-6179 Avianca 15:10:00 São Paulo domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027