Diário da Manhã

Saúde

Ritmo acelerado na vacinação contra a gripe

Autor: Rodolfo Sgorla da Silva
Ritmo acelerado na vacinação contra a gripe
Foto DM/Rodolfo Sgorla da Silva

Tanto na rede pública como na particular, a busca pela imunização está acelerada nos últimos dias em Carazinho

 

“Nem doeu”. Essa foi a afirmação de Camilli Klein Locatelli, de apenas 10 anos, após ser vacinada contra a gripe. Acompanhada da mãe, ela foi procurar proteção contra a gripe na tarde desta quarta-feira (19).

Camilli foi imunizada na clínica de vacinas da rede de Farmácias Glória, um dos locais da rede particular que oferece a vacina trivalente e tetravalente contra a gripe. “A procura pela vacina começou a se intensificar durante esta semana. A partir das mudanças no clima ocorridas no começo desta semana, as pessoas já começaram a vir atrás da imunização”, explica Mauro Mazzutti, sócio-proprietário da Rede de Farmácias Glória.

Neste ano, a vacina conta com uma nova cepa para o combate da gripe A H1N1. “As mudanças de temperatura geram um baque no sistema imunológico e aí ocorre a gripe. 15 dias após a aplicação é que a vacina começa a fazer efeito. Outra recomendação é que a pessoa não faça a vacina se estiver com febre, os demais sintomas da gripe não oferecem risco caso ocorra a imunização”, relata.

Nas Farmácias Glória, a vacina trivalente tem o valor de R$ 70,00 e a tetravalete tem preço de R$ 120,00, sendo que o pagamento pode acontecer nos cartões e parceladamente. A vacina vale por um ano, por isso é importante que a imunização ocorra a cada doze meses.

 

Imunização na rede pública

Na rede pública, a procura pela vacina também está elevada. Tanto que as doses acabaram nesta quarta-feira (19) em Carazinho – situação que deve se normalizar nesta quinta-feira (20) com o envio de mais lotes por parte do governo estadual.

Um total de 18 mil pessoas devem ser imunizadas na rede pública em Carazinho. “A vacinação está acontecendo num ritmo mais acelerado do que pensávamos. Cerca de 47% do total de moradores que será imunizado já recebeu a sua dose”, revela a secretária municipal de Saúde, Anelise Almeida.

Podem vacinar-se gratuitamente pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menos de 5 anos, gestantes e mulheres que tiveram filhos até 45 dias após o parto, trabalhadores na área de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas não-transmissíveis, adolescentes de 12 a 21 anos que cumprem medidas sócio-educativas e a população carcerária.

Uma das novidades em 2017 é a inclusão de professores das redes pública e privada como grupo prioritário. “Em alguns momentos, há filas para a vacinação, mas tudo está transcorrendo normalmente. Os idosos são o público que mais tem procurado a imunização até agora”, relata Anelise.

 

Dia D de vacinação

Em Carazinho, a vacina da gripe pode ser feita em todas as unidades de saúde existentes nos bairros e na sala de vacinação junto à Secretaria de Saúde, localizada na Avenida Pátria, no Centro da cidade. A campanha se estende até o dia 26 de maio. No próximo mês, também acontece o Dia D de vacinação, no dia 13, um sábado.

 

Vacinação em Não-Me-Toque

Em Não-Me-Toque, acontece uma situação semelhante à que ocorre em Carazinho, os idosos também largaram na frente na busca da imunização. “A procura está dentro da normalidade e já vacinamos cerca de mil pessoas. Os idosos são o grupo prioritário que mais procurou a vacina até o momento”, conta Marco Antonio da Costa, secretário de Saúde.

Com uma população de pouco mais de 17 mil habitantes, Não-Me-Toque tem cerca de 4.300 moradores incluídos nos grupos de risco.

 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027