Diário da Manhã

Meio Ambiente

Temporal causa estragos na cidade

Autor: Caetano Bortolini Barreto
Temporal causa estragos na cidade
Foto: Caetano Barreto/DM

Fortes ventos e raios causaram quedas de árvores e alagamentos em vários bairros, e serviços básicos ficaram comprometidos

O temporal que caiu sobre Passo Fundo na madrugada de quinta-feira (8), deixou a cidade sem alguns serviços. O Corpo de Bombeiros informou que várias casas foram atingidas, e que distribuiu lonas para doze famílias que relataram problemas com infiltração de água em suas residências. As chuvas intensas de quarta-feira se intensificaram na madrugada, e os fortes ventos e a incidência de raios causaram estragos em vários bairros. No Zachia e Planaltina, os bombeiros tiveram de realizar cortes de árvores durante a madrugada, pois os galhos que tombaram estavam impedindo a circulação e levando risco aos moradores dos arredores. Santa Maria, Ricci, Entre Rios e parte da Petrópolis também registraram danos decorrentes do temporal.

“Orientamos que as pessoas que tiveram suas residências danificadas pelos temporais não retornem para casa se houver qualquer risco e não liguem a energia elétrica se houver alagamentos ou água em alguma parte da casa”, disse o coordenador da Defesa Civil de Passo Fundo, Ruberson Stieven.

A Defesa Civil do município conta com uma força-tarefa das secretarias de Obras, de Transportes e Serviços Gerais, de Habitação e de Cidadania e Assistência Social para atender as ocorrências.

Aproximadamente às 16h30min, uma árvore tombou no Centro, no cruzamento da Rua Morom com a Rua General Netto. O trânsito no local, que normalmente é intenso em horário comercial, foi interrompido para a extração da árvore.  Até o fim da manhã , apenas uma família necessitou de abordagem da Secretaria de Cidadania e Assistência Social para acolhimento. As demais famílias contam com apoio de familiares até contornar a situação. “Temos o Albergue Municipal e já buscamos parceria de outros locais no caso de mais famílias precisarem de abrigo. Até o momento tivemos apenas uma, mas estamos monitorando os locais mais atingidos”, ressaltou a secretária adjunta da pasta, Elenir Chapuis.

As equipes das secretarias de Transporte e Serviços Gerais e de Obras trabalharam com esforço redobrado para realizar serviços como recolhimento de lixo e entulhos, corte e retirada de árvores, limpeza das vias e reparo em bocas de lobo e tubulações de canalização. A Secretaria de Habitação auxilia as famílias com entrega de telhas e serviços internos nas residências.

Redes de água e luz ficaram comprometidas

A CORSAN informou que, em função dos raios, o sistema de proteção da barragem de Arroio Miranda foi acionado, o que ocasionou a queda dos disjuntores da força elétrica no local. Segundo Rubens Maciel, Coordenador Operacional da CORSAN Passo Fundo, a estrada de acesso à barragem transbordou durante a madrugada, o que dificultou o acesso dos profissionais que foram deslocados para reativar o sistema. O religamento só foi possível na manhã de quinta-feira, quando a chuva diminuiu. Faltou água nos bairros Cruzeiro, parte do Centro, Nonoai, Boqueirão e Lucas Araújo. Maciel afirmou às 14h que todas as barragens já haviam sido reativadas, e a água voltou a ser distribuída gradualmente, com alguns pontos registrando demora para o reabastecimento, como na Vila Vergueiro, São Cristóvão, e uma porção da São José. O sistema de fornecimento de água foi normalizado em toda a cidade às 18h.

A RGE revelou, por meio de nota, que nos momentos mais intensos do forte temporal, ventos que chegaram a 100km/h e devastaram grande parte da rede elétrica, totalizando 236 mil clientes sem luz em todo o Estado. Também afirmou que deslocou uma força-tarefa com todas suas equipes próprias e com todas as empreiteiras disponíveis, que estão trabalhando constantemente reconstruindo as partes avariadas da rede. O maior empecilho para os eletricistas está na dificuldade de acesso aos pontos que necessitam de manutenção devido à cheia dos rios e alagamento de estradas.

Aulas e voos cancelados

Duas escolas do interior tiveram suas aulas suspensas na quinta e sexta-feira. Verônica Zanamdrea, coordenadora adjunta da 7ª Coordenadoria Regional de Educação, relatou que as escolas João Rosso e Abraão Ângelo Zanotto cancelaram seu período letivo em função da dificuldade de acesso. Salientou ainda que a liberação das instituições de ensino na próxima semana ainda depende das condições do clima. O Aeroporto Lauro Kurtz teve suas pistas fechadas, e a companhia Azul Linhas Aéreas confirmou por meio de nota o cancelamento de cinco voos com destino ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, nos dias 5, 6 e 7. Três voos da última quarta-feira (7) de Viracopos com destino a Passo Fundo foram remanejados para Chapecó. A Azul também salientou que os Clientes receberam toda assistência necessária e foram reacomodados em outros voos da companhia ou via terrestre.

Doação de materiais

As pessoas que precisam de lonas para suas casas podem entrar em contato com o Corpo de Bombeiros pelo número 193 ou ir até o quartel, que fica na Rua Independência, entre as ruas Capitão Araújo e Marcelino Ramos. Também está disponível o telefone da Secretaria de Segurança Pública pelo número (54) 3313-3768.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027