Diário da Manhã

Geral

Trabalhadores da JBS declaram estado de greve

Autor: Matheus Moraes
Trabalhadores da JBS declaram estado de greve
Foto: Matheus Moraes / DM

Sem acordo de reajuste salarial entre empresa e funcionários, categoria pode paralisar atividades a qualquer momento

Os funcionários da empresa JBS em Passo Fundo estão em estado de greve desde a última terça-feira (13). O motivo pela posição dos trabalhadores se deve a oferta de reposição salarial da empresa, de 3,99%, considerada abaixo do solicitado pela categoria. Eles recusaram a proposta por unanimidade, visto que entendem que o valor a ser reajustado deveria ser de 7%. Os trabalhadores seguem na rotina normal de trabalho, mas podem paralisar parcialmente ou completamente a qualquer momento.

Ao todo, foram 617 votos contrários ao oferecido e apenas 17 favoráveis, em assembleia realizada no dia de início da greve. O Sindicato da Alimentação de Passo Fundo ainda está em negociações com a empresa. No entanto, a JBS se apresenta irredutível a nova proposta, de acordo com a responsável pela assessoria jurídica do Sindicato, a advogada Tânia Miotto. “Estamos aguardando uma nova manifestação da empresa, mas eles já nos disseram que seria uma proposta única. Houve uma reunião em Porto Alegre com a JBS a qual colocaram essa proposta, que foi maciçamente recusada pelos trabalhadores”, afirma.

A pedida dos trabalhadores é de 7%, o que cobriria os índices de inflação e ainda sobraria um valor extra de aumento salarial. Além disso, os funcionários solicitam aumento do piso único de R$ 1.150 para R$ 1.400; aliado ao auxílio escolar de mesmo valor; transporte e alimentação com custo zero – atualmente é pago uma taxa de refeição no local -; indenização do 31o dia para os mensalistas nos meses de 31 dias – categoria alega não pagamento de cinco dias anuais -;   dispensa remunerada para que as mulheres realizem exames de mama e de colo de útero; redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e quinquênio.

Para a assessora jurídica Tânia, a greve poderá eclodir a qualquer momento, mesmo que os funcionários ainda não tenham sinalizado alguma paralisação parcial. “Foi uma negativa muito forte contra a proposta da empresa. Eles [empresa] estão cientes disso. A votação foi feita com a participação de ambas partes. Pode ser que a paralisação surja a qualquer momento”, alerta a advogada. Um novo contato foi feito por parte do Sindicato com a empresa para a possibilidade de uma nova reunião a respeito do reajuste salarial e demais demandas da categoria.

O Sindicato garante que nesta semana não será possível marcar nenhum encontro com a JBS, em razão do feriado de Corpus Christi nesta quinta-feira (15). No entanto, reitera o desejo de uma nova reunião para a próxima semana, com a direção da empresa em Porto Alegre. A reportagem do Jornal Diário da Manhã tentou contato com a empresa JBS em Passo Fundo na tarde da última quarta-feira (14). A empresa recebeu a solicitação de um posicionamento a respeito do assunto, mas os representantes da empresa no município não retornaram até o fechamento dessa edição.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027