Diário da Manhã

Geral

Conectados pela saudade

Autor: Matheus Moraes
Conectados pela saudade
Foto Arquivo Pessoal

Dia dos Pais, celebrado neste domingo (13), é o momento de demostrar amor entre filhos e progenitores que estão mais próximos e, em alguns momentos, distantes

Este domingo (13) é marcado pelo Dia dos Pais. E nessa data, tão importante para quem possui filhos, o momento é de aproveitar a família e o momento ao lado de quem se ama. Momentos esses que, em casos específicos, não podem ser celebrados diariamente, em razão das tarefas diárias ou de compromissos. Há pais que passam o dia com seus filhos, que não desgrudam deles. No entanto, nem todos têm essa possibilidade, que pode ser caracterizada como um privilégio.

É o caso do jovem Victor Furlanetto, de nove anos, que utiliza a tecnologia desde cedo para acompanhar seu pai. Representante comercial, Marcelo Sandri viaja à região Sul e demais estados brasileiros em razão do trabalho. Com milhares de quilômetros de distância e uma saudade imensurável, pai e filho vivem conectados para não perder o laço afetivo. É por meio da tela, seja do smartphone, tablet, computador ou por voz, que a dupla conversa diariamente. “É todos os dias. Ele sempre me liga, ou eu ligo. Pode ser no celular, numa rede social. A gente fica longe e sente muita saudade”, declara o pai.

As viagens do representante geralmente são programadas. O período de percurso, entretanto, varia. Às vezes uma semana, em outras oportunidades até 15 dias. É nesses momentos que a saudade bate e a tecnologia é a fuga para Sandri ter instantes de amor e carinho com Victor. “A gente sempre consegue um jeito para matar a saudade do filho, de conversar com ele”, afirma Sandri.

Tamanha facilidade de comunicação que o mundo contemporâneo permite é o que faz Sandri ainda continuar nessa situação. Segundo o representante comercial, sem essas ferramentas, não conseguiria se manter longe de casa e de quem ama. “Sem isso, não estaria na estrada mais. Se não fosse a tecnologia, não teria como. Não daria para segurar a saudade. Talvez a questão profissional fosse tratada diferente. Não é apenas pelo filho, mas pela esposa e pela família”, comenta Sandri.

Em viagem a trabalho na última semana, Sandri conseguiu retornar para Passo Fundo, onde reside há 15 anos, para passar a data especial com quem mata as saudades pelos aparelhos eletrônicos. “Voltei para passar o dia dos pais com ele. Na verdade, eu nem poderia voltar. Estou retornando por causa da data. Achei um jeito para ficar perto dele nessa data importante para nós [pais]. Como eu tenho meu pai aqui, também quero estar com ele e com meu sogro, que é meu segundo pai. A gente tem que tirar um tempo para a família também”, conclui o pai de Victor.

Dia dos Pais

A data passou a ter maior notoriedade após o século XX, após a data ser institucionalizada nos Estados Unidos da América. No Brasil, o dia especial é celebrado no segundo domingo do mês de agosto. No país, a primeira vez em que a data foi comemorada foi em 16 de agosto de 1953. Em outros países do mundo, a data é celebrada em dias diferentes.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027