Diário da Manhã

Geral

Em breve, mudança na distribuição de água

Autor: Kleiton Vasconcellos
Em breve, mudança na distribuição de água
Foto: Arquivo / DM

Anteprojeto elaborado pela Corsan prevê que Passo Fundo tenha modificações significativas nos próximos anos. Objetivo é evitar crise no abastecimento

A cada ano, o período de diminuição nas chuvas preocupa. Isto porque, o aumento populacional aliado às estiagens aumenta o risco de ocorrer falta de água em pontos ou no município de Passo Fundo. Assim, a Corsan já elaborou um anteprojeto que modifica substancialmente o abastecimento e a distribuição de água.

Tal anteprojeto deve ser incluído em um grande financiamento obtido pela Governo do Estado, através da Corsan, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Já aprovado pela Assembleia Legislativa, o financiamento alcança a quantia de R$ 1 bilhão, quantia a ser utilizada em obras nos municípios de Passo Fundo, Porto Alegre e Bento Gonçalves.

Segundo o superintendente da Corsan em Passo Fundo, Aldomir Antônio Santi, a empresa tem o compromisso de fazer um estudo de concepção para analisar o sistema de abastecimento de água no município. “A última barragem construída, da Fazenda, tem mais de 15 anos. Com o crescimento populacional e as recentes estiagens, a Corsan já se preocupa com o futuro. São estudos preventivos” diz.

Hoje o município de Passo Fundo conta com duas barragens (Fazenda da Brigada Militar e Arroio Miranda). Através de um estudo, constatou-se que não é viável ampliar essas barragens, pois a bacia do Rio Passo Fundo tem uma superfície de captação reduzida. “Fomos atrás de alternativas e é viável buscar água na barragem do Capingui. O ponto de captação fica em direção ao município de Marau. Montou-se um anteprojeto, que consta de captação, adutoras e mexer nas estações de tratamento” explica o superintendente.

Conforme o anteprojeto, haveria alteração no número de Estações de Tratamento de Água (ETA) em Passo Fundo. Hoje são três localizadas dentro da cidade (uma no bairro São Luiz Gonzaga e duas no bairro Rodrigues). “Vamos fazer uma Estação de Tratamento nova, na Vila Mattos, desativando as ETA's do Rodrigues, transformando em Centro de Distribuição, não mais de Produção” pontua Santi.

A princípio, será feito um desvio da água, que seguirá do Arroio Miranda para o São Luiz Gonzaga – hoje o percurso segue para a ETA Rodrigues. “Será feita uma série de obras para contemplar esse novo modelo de abastecimento de água, prevendo que nos próximos 40 anos não tenhamos mais problemas nesse quesito” enfatiza.

Custo

O financiamento total, no Estado, é de US$ 200 milhões, com mais R$ 100 milhões de contrapartida da Corsan. A obra de Passo Fundo está orçada inicialmente em R$ 100 milhões. “Diante do anteprojeto apresentado, vamos apresentar um projeto ao banco e buscar a liberação dos recursos. A ideia é executar as obras dentro dos próximos três a cinco anos” encerra Aldomir Antônio Santi.  

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027