Diário da Manhã

Agro Diário

Produtor de milho espera por chuvas

Autor: Sereno Azevedo
Produtor de milho espera por chuvas
Foto: Arquivo/DM

Pouca umidade no solo pode comprometer a formação dos grãos na espiga. Cereal perde espaço para a soja 

A redução na quantidade de chuva nos últimos 10 dias começa a criar um clima de preocupação dos lavoureiros que investiram no plantio de milho este ano. O cereal que vem perdendo espaço de áreas a cada ano na região está na grande maioria das lavouras na fase de enchimento de grãos. De acordo com o técnico agrícola, Márcio Andrei Fussiger, este é o momento mais crucial da planta que necessita de boas quantidades de chuva para que haja uma formação completa do grão na espiga. “O momento é de preocupação, pois a falta de precipitações pluviométrica de intensidade média de 30 a 40 milímetros por semana poderá acarretar no comprometimento das médias de produtividades esperadas nas lavouras do cereal na safra 2017/2018. Faltar chuvas agora significa perdas e prejuízos nas lavouras de milho,” comenta Márcio.

Conforme o técnico agrícola, as atenções para a previsão de tempo estão voltadas para os próximos dias, pois até o momento tudo indica pouca chuva pelo menos até o final da próxima semana. Na região nos 10 últimos dias as chuvas não foram uniformes, havendo regiões com mais precipitações do que em outras, fato que já atinge as primeiras lavouras de milho onde camadas de folhas começam a secar por falta de umidade. Segundo Márcio, as chamas chuvas esparsas, que não chegam em todas as áreas plantadas acabam baixando  a média geral de produtividade do cereal. “Onde chove a potencialidade da planta é de produzir até 220 sacas de milho por hectare. Como não está havendo chuva uniforme, pelo manos na região de Chapada, a média final do município tende a reduzir,” explica.

Este ano foram dois os fatores que levaram o homem do campo a plantar menos milho. O primeiro foi levando em consideração o preço baixo do produto, que teve momentos com comercialização pouco acima dos R$ 20,00 a saca. Outro motivo foram as previsões que apontavam para períodos de pouco chuva nas últimas semanas de dezembro e começo do ano. Em Chapada, por exemplo, o milho teve redução de 50% na área destinada ao milho, que ocupou cerca de 3 mil hectares de área. Situação parecida aconteceu no município de Carazinho, que também planou na casa dos 3,5 mil hectares de milho, redução próxima dos 35% em relação ao ano passado.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027