Geral

Pedidos de falência diminuem

Autor: Matheus Moraes
Pedidos de falência diminuem
Foto: Matheus Moraes / DM

Queda de 18,2% no acumulado do ano passado em relação a 2016 é registrada pelo SCPC. Empresas de pequeno porte que não têm planejamento financeiro disparam na liderança dos endividados

Os pedidos de falência caíram 18,2% no acumulado de 2017 em relação a 2016, de acordo com dados divulgados em nível nacional pela Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). As falências decretadas – de empresas que não conseguiram se recuperar -, por outro lado, subiram em 2,9%. Os pedidos de recuperação judicial e recuperações judiciais deferidas obtiveram quedas de 23,7% e 18,9%, respectivamente. A maior margem dos períodos de falência foram registrados com pequenas empresas (93%), seguido de empresas médias com 6% e 1% de empresas grandes.

Em Passo Fundo, a realidade não se altera do índice nacional no âmbito de pequenas empresas, de acordo com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, Carina Sobiesiak. Ela explica que os pedidos de falência cresceram em razão da ascensão do Microempreendedor Individual (MEI). “Houve uma abertura maior de microempresas individuais. Com a baixa oferta de empregos, as pessoas ficaram desempregadas e optaram por abrir seu próprio negócio. Quem estava na informalidade passou para a formalidade também. As empresas pequenas acabaram entrando em regime de falência porque faltou planejamento financeiro, a gente observa essa situação na cidade”, afirma.

Carina relata que surgiram mais de 1,5 milhão de microempreendedores individuais em todo o Brasil de janeiro a outubro de 2017. Ela salienta que das empresas que abriram no ano passado, 78% foram no formato MEI. “A gente percebe que quem acabou sofrendo foram as pequenas empresas, com porte menor”, declara. A presidente da CDL esclarece que com juros altos, as empresas não conseguiram se manter por causa da retração dos clientes. “Elas [empresas] não conseguiam recursos financeiros para o negócio se manter porque os juros estavam altos. O faturamento caiu bastante porque as pessoas não consumiam, seguravam o dinheiro por insegurança”, complementa.

O recuo da comunidade sobre o investimento nas empresas refletia no acúmulo de inadimplência. No entanto, com a sinalização de melhora na economia, a presidente relata uma mudança, sobretudo na inadimplência do consumidor. Em dezembro de 2017, a inadimplência do consumidor caiu em 16%. “Até o ano passado a economia estava parada. Começou a dar trégua na metade de 2017, após período de intensa retroação das atividades. Há uma melhora nas variáveis. Em dezembro, a inadimplência caiu, mas até meados do ano passado, as pessoas não conseguiam pagar em dia. O mercado sinaliza uma melhora, e o pedido de falência diminui em razão disso”, relata.

Planejamento financeiro

Dentro da cadeia da inadimplência, o processo é visto como uma gama de consequências para Carina Sobiesiak. Segundo ela, se o cliente realiza a compra e não efetua o pagamento, a empresa não realiza o pagamento ao fornecedor e gera a inadimplência. Para isso não ocorrer, e as empresas não entrarem no vício das dívidas, a presidente da CDL orienta que o microempresário deve se planejar financeiramente para abrir seu negócio próprio. “O planejamento financeiro é muito importante. Não se pode iniciar uma empresa do nada. Além disso, é fundamental não usar dinheiro de terceiros. Se você já inicia descapitalizado, com dinheiro do banco, dificilmente o negócio vai dar certo. É um risco muito grande”, declara.

Serviços lidera pedidos

De acordo com SCPC, o setor de Serviços foi o que mais decretou pedidos de falência, com 44%, seguidos do setor Industrial (30%) e Comércio (26%). Com relação à variação dos pedidos de falência, a Indústria foi o setor que mais reduziu na comparação dos valores acumulados no ano (em relação ao ano anterior), com queda de 33%. Mantida base de comparação, o Comércio diminuiu em 12% enquanto o setor de Serviços caiu 8%.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027