Polícia

Passo Fundo registra queda na criminalidade em 2018

Autor: Vinicius Coimbra

Dois primeiros meses do ano mostram redução nos índices de crimes no município e no Estado

Os dois primeiros meses do ano apresentaram uma queda nos índices de criminalidade em Passo Fundo, em comparação ao mesmo período de 2017. É o que aponta o balanço dos dados estatísticos da criminalidade, apresentado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), na segunda-feira (12). No município, 10 dos 11 índices diminuíram. Os homicídios caíram de 7 para 4; não foram registrados latrocínios [roubo com morte] neste ano, contra 1 em 2017.

De acordo com o comandante do 3º RPMon da Brigada Militar, major Paulo César de Carvalho, o bom resultado é uma consequência do trabalho desenvolvido nos últimos anos.

A corporação trabalha com uma meta de abordagem, o que ajuda a identificar autores de crimes e foragidos, além dificultar a ação de bandidos. “Quando o PM está abordando, eles está demonstrando o policiamento. Assim, a gente consegue abordar os foragidos, um indivíduo abordado pensa duas vezes antes de cometer um furto ou um roubo”, explica. Como exemplo, o comandante do 3° RPMon cita um fim de semana de fevereiro em que os policiais capturaram 13 foragidos. Esse tipo de atuação ajuda no cenário de redução nos crimes, ressalta Carvalho. “Quanto mais cedo se prender o foragido envolvido em roubo a transporte coletivo, com certeza vai diminuir os índices.”

Outro ponto destacado pelo major é quanto às operações feitas pela BM em Passo Fundo, que são direcionadas para os locais nos quais mais ocorrem crimes. Carvalho destaca ainda o trabalho dos policiais que atuam na corporação. “É difícil zerar [a criminalidade] em uma cidade de 200 mil habitantes, mas diminuir é uma grande coisa, em uma crise que a gente está vivendo no Brasil”, finaliza.

Para o delegado regional da Polícia Civil, Adroaldo Schenkel, a avaliação dos índices é extremamente positiva. “Reflete muito do trabalho da Polícia Civil na repressão qualificada. Foram muitas quadrilhas de furtos e roubos desarticuladas, muitas prisões no ano passado. E isso se traduz na redução”, disse. “Na questão dos homicídios, a repressão qualificada pela Delegacia de Homicídios, que tem um dos índices mais altos de elucidação do Brasil, chegou a quase a 100% em 2017”.

A desarticulação das quadrilhas de furtos e roubos de veículos realizadas em operação em 2017 ajuda nesse aspecto. O delegado regional cita como exemplo a Operação Hermanos, que combateu o roubo de veículo da região que eram levados para fora do país e lá trocados por armas e cigarros. No total, 37 pessoas foram presas. “O número de prisões relacionados a delitos contra o patrimônio tem sido muito alto e isso aí com certeza inibe novas ações”, pontua Schenkel.

No Estado

Os crimes contra a vida mantiveram, no primeiro bimestre de 2018, a tendência de queda registrada em 2017 no Rio Grande do Sul. É apontada a redução de 63,9% nos índices de latrocínio e 34,5%% nos homicídios, em comparação ao mesmo período no último ano. Em Porto Alegre, as ocorrências de homicídio doloso diminuíram 38,8% e as de latrocínio 60%. A principal diferença na análise dos meses de janeiro e fevereiro está na diminuição do número de vítimas fatais nos índices de homicídio doloso, que chega a 33,7% no Estado - um total de 211 mortes a menos. Na capital, a redução registrada é de 41,1%, ou 74 vítimas a menos, em comparação com o mesmo período em 2017.

Balanço criminalidade em Passo Fundo em janeiro e fevereiro

                                     2018          2017

Homicídio doloso          4              7

Latrocínio                      0              1

Furtos                            265          357

Abigeato                        6              2

Furto de veículos          63            85

Roubos                         149          156

Rubos de veículos         23            37

Estelionato                    34            42

Delitos arma fogo         24            38

Entorpecentes - posse   11            20

Entorpecentes -  tráfico   22          22

Fonte: SSP

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027