Economia

Parcelamento sem juros no cartão não vai acabar, garante Banco Central

Autor: Redação Diário da Manhã
Parcelamento sem juros no cartão não vai acabar, garante Banco Central
Foto: Caetano Barreto/DM

Entidades de classe já haviam criticado a possibilidade de a nova proposta afetar o sistema atual de pagamento

As compras parceladas sem juros no cartão de crédito não vão acabar. A ideia é ter no mercado alternativas a esse tipo de compra, segundo afirmou ontem (10) o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos, no Senado. O assunto vem repercutindo desde o início do ano após ter se tornado público que a Associação Brasileira das Empresas de Cartões (Abecs) apresentou uma proposta ao Banco Central que compreenderia, entre outros pontos, uma alteração nas vendas parceladas sem juros no cartão de crédito por uma outra modalidade, em que se estabeleceria uma espécie de crediário.

A proposta consistiria em os consumidores terem um limite de crédito definido pelo emissor do cartão para ser gasto em qualquer estabelecimento, mas o parcelamento das compras se daria com juros devidos ao emissor. O comprador seria informado no ato da compra dos juros cobrados e do número de parcelas. Em contrapartida, o prazo de recebimento das lojas seria diminuído de 30 para cinco dias. Porém, para diferentes entidades, como a Fecomércio-RS, que representa mais de 557 mil estabelecimentos do setor de comércio e de serviços do Rio Grande do Sul, a medida teria impactos negativos para lojistas e consumidores.

Ontem, Goldfajn falou sobre a questão: “O parcelado sem juros não vai acabar. O que nós gostaríamos é de oferecer produtos alternativos que fossem capazes de reduzir a parcela”, disse. Goldfajn explicou que há custos embutidos nesse tipo de compra parcelada que acabam sendo pagos pelo consumidor. Segundo Goldfajn, a ideia é que ocorram mudanças promovidas pelo mercado. “Se o parcelado sem juros for de fato um produto que a sociedade quer manter, que mantenha”, disse.

Goldfajn acrescentou que a diferenciação de preços entre pagamento a prazo e à vista já está acontecendo. “O que se paga à vista não pode ser igual ao que se paga a prazo”, destacou.

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) foi outra entidade que também se posicionou, por meio de nota, com contrariedade a proposta do setor de cartões de crédito, ao considerar que a ideia apresentada pelas operadoras ao Banco Central representa um retrocesso aos recentes avanços das autoridades monetárias na direção da maior competitividade do mercado de crédito.

Bancos vão oferecer parcelamento de dívida do cheque especial

Os bancos vão oferecer aos clientes do cheque especial opção de parcelamento da dívida, com juros mais baixos, a partir de julho. A decisão foi anunciada ontem (10) pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Cada banco vai definir a taxa de juros dessa nova modalidade.

O cheque especial é uma das modalidades de crédito com taxas de juros mais altas. Em fevereiro, chegou a 324,12% ao ano, enquanto a taxa média do crédito livre para as famílias ficou em 57,72% ao ano. “Pelas novas regras, as instituições financeiras terão sempre disponíveis ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor do cheque especial”, disse a Febraban, em nota.

De acordo com a entidade, os consumidores que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos vão receber a oferta de parcelamento. “A oferta será feita nos canais de relacionamento e o cliente decide se adere ou não à proposta. Caso não aceite, nova oferta deverá ser feita a cada 30 dias”, explicou a Febraban. (Com informações da Agência Brasil).

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027