Agro Diário

Pastagens aumentam produção leiteira

Autor: Sereno Azevedo
Pastagens aumentam produção leiteira
Sereno Azevedo/DM

Com 33 animais, produtor estima poder aumentar em 150 litros a produção diária

A chegada do inverno é bem recebida dentro das porteiras dos produtores de leite. A estação mais fria do ano representa aumento na produtividade dos animais que pode chegar aos 30%.

Com silagem à vontade e campos cobertos por pastagens, formadas com o plantio de aveia, os produtores compensam a queda no preço com o acréscimo na produção. Serão de quatro a cinco meses de alimentação garantida no campo e nos cochos e, por consequência, movimentação financeira dentro das propriedades rurais com tambos leiteiros.

Exemplo de investimento em pastagem vem do produtor Marcelo Kriger, da localidade de São José da Glória, no município de Victor Graeff. Dos 53 hectares da propriedade, em 27 ele está formando pastagem verde para o gado leiteiro. Em outros quatro plantou milho e produziu silagem.

Nos potreiros são 33 vacas em lactação, que garantem uma média diária 600 litros de leite. “Agora com a pastagem a produção vai aumentar, com previsão de chegar nos 750 litros por dia”, disse Marcelo.

Preço

Ao mesmo tempo em que comemora o incremento na quantidade de leite o produtor reclama do preço pago pela indústria. “No mesmo período do ano passado eu estava recebendo por litro de leite entregue à indústria de R$ 1,40 a R$ 1,60. Hoje, a média recebida é de R$ 1,18. Parte da perda até conseguimos compensar com o aumento na produtividade por animal em lactação”, salienta.

Segundo Marcelo, a grande maioria dos animais ainda produz de 23 a 25 litros por dia. Na propriedade apenas cinco vacas estão com média acima dos 32 litros/dia. Mesmo trabalhando com sistema de inseminação, ele adianta que o processo de uniformidade do plantel com produção equilibrada em todos os animais é lento. “A paralisação dos caminhoneiros vai refletir no nosso ganho do mês de maio. Eu, por exemplo, deixei de entregar cerca de 3 mil litros de leite. Quantidade que corresponde ao lucro médio do tambo em um mês de atividade normal”, comentou o produtor.

Produção em Chapada

Um dos municípios de maior potencial produtivo de leite na região é Chapada, que já produz acima de 150 mil litros do produto mensalmente. De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Ademir de Araújo, a chegada do inverno é muito importante para o setor leiteiro, que tem nas pastagens da estação um importante incremento para o aumento da produtividade das vacas. “Ao contrario do que muitos imaginam, é no inverno o melhor período para a produção leiteira. Os campos com pastagens e a silagem são alimentos importantes na alimentação do gado”, explica o secretário.

Araújo também cita a queda no preço do produto com índice próximo dos 20% em relação ao ano passado. “O valor que a indústria paga é bem variado. Tem produtor recebendo R$ 0,90 e tem aqueles com até R$ 1,40 por litro”, salienta Araújo.

No município, a produção leiteira está em 477 propriedades rurais que somam um plantel acima dos 8 mil animais em lactação.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027