Eleições

Nogueira confirma cogitação à vice-presidência

Autor: Alessandro Tavares
Nogueira confirma cogitação à vice-presidência
Arquivo/DM

Deputado federal pode ser o nome indicado pelo PTB para ser o candidato a vice de Henrique Meirelles (MDB) na eleição para presidente

Durante as últimas semanas reforçaram-se os rumores de que o ex-ministro e deputado federal Ronaldo Nogueira estaria sendo cogitado como o nome a ser indicado pelo PTB para uma possível candidatura ao cargo de vice-presidente da República ao lado do também ex-ministro do atual governo, Henrique Meirelles (MDB).

Em entrevista exclusiva ao Grupo Diário da Manhã, Nogueira confirma que essa possibilidade existe. Porém, o ex-ministro do Trabalho revela que essa não é sua vontade. O petebista deseja concorrer novamente a deputado federal.

DM: Há rumores de que seu nome está sendo cogitado como possível indicação de pré-candidatura como vice-presidente da República ao lado de Henrique Meirelles. Essa afirmação procede ou é boato?

Ronaldo Nogueira: Realmente existe uma pressão no sentido de que eu venha a aceitar fazer parte de uma possível candidatura ao lado do Henrique Meirelles para a presidência da República. Eu não tenho esta disponibilidade, até porque meu projeto é concorrer a deputado federal. Acho importante a continuação do mandato de deputado, sou presidente da Comissão do Trabalho, Administração e Serviços Públicos na Câmara e precisamos continuar viabilizando recursos para o Rio Grande do Sul. Atendemos mais de 200 municípios viabilizando mais de R$ 55 milhões e destes R$ 9,8 milhões para Carazinho. Estou preparando uma prestação de contas e em breve a população saberá onde estes recursos foram aplicados.

DM: Esta pressão de onde vêm? Da igreja, do partido ou de alguma entidade?

Nogueira: Há um segmento, principalmente em São Paulo, que dados os resultados da minha atuação à frente ao Ministério do Trabalho, não somente no que diz respeito à modernização trabalhista, pois o Brasil foi o único país do mundo que fez a Reforma sem tirar direitos do trabalhador, afinal ela foi feita consolidando-se sobre três eixos: proteção de direitos, segurança jurídica e geração de empregos, que quer a minha candidatura. O emprego voltou no Brasil graças à legislação trabalhista, que trouxe segurança para as relações de trabalho. E fora isso nossa gestão à frente do Ministério do Trabalho, onde nós reduzimos os custos operacionais do Ministério em mais de 40%, e a implementação de programas e ações no Ministério para que a gestão fosse mais eficiente com resultados mais efetivos, beneficiando o trabalhador. Estes setores entendem que o meu nome seria importante, e é obvio que dada a importância do segmento evangélico, principalmente as Assembleias de Deus, que no país tem 22 milhões de fiéis. Eu sou da terceira geração da Assembleia de Deus. Meus avós, meus pais eram da Assembleia de Deus e eu e minha família também somos. E obviamente que os candidatos a presidente da República, de olho neste eleitorado, entendem que o nome de alguém ligado diretamente ao segmento poderia ser importante. Mas não tenho esta pretensão.

Nogueira: A população precisa refutar qualquer iniciativa de ruptura institucional. Vivemos a democracia e logo teremos eleições que são daqui há quatro meses. Não podemos deixar prosperar qualquer iniciativa como esta ou qualquer outra que provoque a ruptura institucional. Intervenção militar é uma iniciativa que deveria ser refutada pela população, assim como qualquer iniciativa que comprometa a democracia. É na democracia que as pessoas têm o direito de protestar, tivemos uma forte greve na semana passada com o enorme apoio da população e não tivemos nenhum tipo de confronto.

DM: Na sua percepção, politicamente alguém ganhou com os manifestos da semana passada?

Nogueira: Politicamente eu acredito que ninguém ganhou. Acho que quem ganhou foi a população que deu sua mensagem de que está atenta. O povo já tinha mostrado isso em 2013 quando disse que quer dos agentes públicos três coisas: probidade, coerência e eficiência.

DM: Sobre governabilidade, o próximo presidente terá maior resistência ou facilidade para se articular com os demais poderes?

Nogueira: O Brasil se encaminha para a pacificação. A sociedade brasileira é uma sociedade pacífica e que quer a coerência, probidade e eficácia de seus agentes políticos. O próximo presidente, governadores, deputados e senadores precisam dar esta resposta. O Brasil se encaminha para o desenvolvimento social e econômico de forma sustentável, com justiça para todos, estabilidade e com o emprego voltando. A democracia se consolida pois as instituições do Brasil têm funcionado, os corruptos estão sendo levados para a cadeia, quem diria que o presidente da Odebrecht, o Maluf ou um ex-presidente da República seriam presos. Estes são fatos e avanços pelos quais precisamos saudar nosso país.

DM: Qual será o principal desafio do próximo presidente?

Nogueira: É preciso dar continuidade ao conjunto de reformas, como a tributária. Nós precisamos mudar nossa matriz tributária, que é injusta. O Brasil é uma federação, e não um estado unitário. Não é possível que o povo trabalhador, o pobre, pague a maior taxa de impostos. Precisamos mudar esta matriz tributária para permitir que a produção possa produzir mais, que o consumidor possa consumir mais e na consequência disso teremos uma maior geração de empregos.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027