Política

Opinião Nadja Hartmann

Autor: Nadja Hartmann

Cobranças

Após o crime brutal registrado na última semana em Carazinho, a tônica dos discursos na última sessão da Câmara foi a segurança pública, com várias manifestações de vereadores, cobrando por mais efetivo da BM e Polícia Civil. O vereador Tenente Costa (PP) questionou, inclusive, a afirmação de autoridades da área da segurança, de que o volume de crimes teria reduzido em Carazinho. Ainda na segunda-feira, horas antes da sessão da Câmara, a ACIC recebeu o comandante do 38° BPM de Carazinho, Major Ulissis Denardi como convidado do Ideias na Mesa, quando o comandante citou a redução dos números da criminalidade no município. Enquanto no primeiro semestre de 2017, foram registrados 13 homicídios, neste ano, foram cinco. Da mesma forma, segundo o major, houve declínio de roubos a pedestres e outras ocorrências...

Pergunta

...Os números realmente podem até indicar uma tendência de queda na criminalidade em Carazinho, porém depois de um crime como o cometido contra a adolescente, é inevitável que a sensação de insegurança aumente na cidade...Porém, já está mais do que provado que só discurso não resolve...Certamente nos próximos meses até outubro, ouviremos dezenas de candidatos prometendo lutar por mais efetivo de segurança para a região...Para quem busca a reeleição, vale perguntar o que fez nesse sentido nos últimos quatro anos..Já que a segurança é um dever do Estado, vale fazer esta pergunta para os deputados estaduais que se elegeram com o voto dos carazinhenses, como Manuela D´Avila, Tiago Simon, Gilberto Capoani, Gilmar Sossella, Zila Breitenbach, Juliana Briziola, Edegar Pretto, Vilmar Zanchin, Lucas Redecker, Juliano Roso..., só para citar os dez mais votados no município...E, é claro, vale também perguntar para o governador Sartori...

Pressão I

Alguém até poderia pensar que se tivéssemos conseguido eleger um carazinhense para a Assembleia Legislativa, o tratamento com o município poderia ser diferente...Porém, esta tese cai por terra, uma vez que não tínhamos um deputado, mas tínhamos muito mais do que isso...Contávamos com um secretário na cúpula de decisão do governo Sartori nos últimos três anos...Ao mesmo tempo, isso reforça outra tese: a de que quando se trata de reivindicar e fazer pressão é mais interessante ter um representante na Oposição do que na Situação...

Pressão II

...Mas a verdade é que nenhum político, nem da oposição e nem da situação, age de forma efetiva se não for “motivado” por muita pressão...E talvez é isso que Carazinho ainda não tenha aprendido fazer...A relação de grande parte das lideranças do município junto aos parlamentares é muito mais de cortesia e até subserviência, do que de cobranças efetivas...Basta notar que os deputados quando vem a Carazinho participar de reuniões e eventos, muito mais falam do que ouvem...Além disso, vale lembrar que o secretário de Segurança, César Schirmer é do PMDB, ou seja, do mesmo partido do deputado Márcio Biolchi, do prefeito Milton Schmitz, do presidente da Câmara, Márcio Guarapa...

Cabos eleitorais

Uma outra forma de pressão poderia ser exercida mais enfaticamente por nossos vereadores, que durante a campanha assumem o papel de cabos eleitorais dos candidatos, mas que nem sempre, conseguem reverter estes votos em benefícios para a comunidade...Na eleição geral de 2014, inclusive, tivemos vereadores fazendo campanha para candidatos de fora, mesmo com o partido tendo candidato local, como foi o caso do hoje vice-prefeito Fernando Sant´anna de Moraes, que optou por não apoiar o candidato do partido Aylton Magalhães para apoiar Pedro Wetsphalen...Mas este não foi o único caso...O “fenômeno”, aliás, tem grandes chances de se repetir este ano, até porque já estamos vendo vereador cujo partido já lançou pré-candidato local à Assembleia acompanhando deputado de outro partido em todas as visitas e eventos em Carazinho...Seria só uma linda amizade???

Do limão, um limonada...

Falando em campanha eleitoral, apesar do desgaste que sofreu com parte de sindicatos e trabalhadores, o deputado Ronaldo Nogueira se esforça para fazer de um limão, uma limonada, apostando na reforma trabalhista como sua principal bandeira de campanha, até porque o seu nome está grudado no projeto, e não teria como negar ou amenizar isso...Neste caso, só resta então capitalizar...E é isso que ele está fazendo como principal promotor e palestrante das Jornadas Brasileiras de Relações de Trabalho, evento que está percorrendo as principais capitais do país e algumas cidades estratégicas do interior do Estado, a exemplo de Carazinho, que recebe o evento amanhã...Além da nova legislação trabalhista, o evento também tem uma pauta mais política. O deputado Ronaldo, por exemplo, estará falando na abertura do evento sobre democracia...

Atrás das emendas...

O deputado Ronaldo Nogueira estará em Carazinho na quinta, mas o secretário de Desenvolvimento, Deninson Costa e o chefe de Gabinete Jorge Dutra preferiram não esperar e foram até Brasília esta semana, para entre outras agendas, se reunir com o deputado para tratar do depósito das emendas propostas por ele para o município...A mesma pauta será tratada também com o deputado Márcio Biolchi, em relação a liberação de recursos do Ministério das Cidades, junto à Caixa Federal...É que em ambos os casos, “o tempo urge”, em função dos prazos da legislação eleitoral...

Desafio

Mesmo estando em Brasília esta semana, cabe ao secretário de Desenvolvimento Deninson Costa o desafio de aumentar o número de votantes da Consulta Popular em Carazinho neste ano, uma vez que o número de votos tem caído ano a ano...Continuando assim, o município corre o risco de ficar de fora do rateio da região, o que, aliás, já aconteceu com Passo Fundo, pelo simples fato da administração municipal não ter apostado nem investido na organização do processo...Aliás, vale lembrar que dos R$ 80 milhões reservados para todo o Estado, pouco mais de R$ 2 milhões serão divididos entre os 21 municípios do Corede da Produção...Pode até demorar um pouquinho, mas os recursos acabam chegando...Prova disso, são os caminhões do Corpo de Bombeiros de Carazinho...Porém, é preciso votar.

Território

Toda a cidade é dividida de duas formas: a divisão geográfica dos bairros e a divisão política dos bairros...Ou seja, política também é uma questão de ocupação de territórios...Em Carazinho, há bairros predominantemente do PDT, do PMDB, do PSDB, do PTB, e assim por diante...Em vista disso é que o sucesso da última edição do Prefeitura nos Bairros teve um gostinho especial para a atual administração municipal, que chegou a comemorar a grande participação dos moradores, uma vez que o “território” até agora era considerado de predominância tucana...Dizem até que viram alguns tucanos sobrevoando o local, e que não conseguiram passar desapercebidos...

Descrédito

Por falar em política, uma pesquisa divulgada esta semana, apesar de não trazer nenhuma surpresa, traz dados de arrepiar os cabelos de quem ainda está pensando em se lançar na política...É claro que o descrédito dos partidos não é nenhuma novidade, mas vendo em números, a realidade se mostra ainda mais dramática. Realizada pelo Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação, a pesquisa “A cara da democracia no Brasil” revelou que mais de 80% dos eleitores não confiam em partidos. Em 2014, este percentual era de 46%...O mais preocupante, porém, é que a medida que decresce a credibilidade nos partidos, reduz também a confiança no próprio sistema democrático...Dados da pesquisa revelam que em quatro anos, houve uma redução de quase 20 pontos percentuais de eleitores que se declaram “muito satisfeitos” ou “satisfeitos” com o funcionamento da democracia...

Renovação parcial

E para não dizer que não falei da Eletrocar, os nomes dos novos integrantes dos Conselhos já estão praticamente definidos, mas ainda estão sendo guardados a sete chaves, porque segundo o prefeito Milton Schmitz, todos os nomes estão passando por uma avaliação criteriosa quanto as exigências da Lei das Estatais, até para não cometer novos equívocos...É que a lei é tão restritiva que até pessoas que a princípio teriam todas as condições técnicas para assumir, não se enquadram em todos os critérios...O certo é que não haverá uma renovação integral dos Conselhos, já que de acordo com a comissão que está avaliando as indicações, alguns atuais conselheiros correspondem às exigências da nova lei...


 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027