Política

Opinião Nadja Hartmann

Autor: Nadja Hartmann

Divisão de apoios

Ao que tudo indica, faltando menos de 100 dias para as eleições, o único grande partido de Carazinho que irá lançar candidato à Assembleia Legislativa é o PDT, com a aposta no ex-prefeito de Coqueiros do Sul, Acácio Souza. Todos os demais balões de ensaio acabaram não se confirmando, inclusive o mais recente lançado pelo PTB com a possibilidade de candidatura de Paulo Arsego. Porém, para isso ele teria que ter se desincompatibilizado do cargo no ministério do Trabalho, o que não aconteceu...Portanto, a opção dos principais partidos de Carazinho será de apoiar candidatos de fora do município, mas não de forma unânime...Na estratégia de não jogar todas as fichas em um só número, os partidos devem dividir os cabos eleitorais, inclusive os vereadores, até porque uma mão lava a outra e em 2020 tem eleições municipais...Porém, alguns candidatos ganharão mais atenção que outros. No PP, por exemplo, os dois candidatos à Assembleia que devem reunir mais cabos eleitorais “de luxo” em Carazinho, inclusive secretários e vereadores, são Ernani Polo e Sérgio Turra, ambos em busca da reeleição...

Cabos eleitorais de luxo I

Aliás, os principais cabos eleitorais de Polo em Carazinho devem ser dois secretários da administração: Aldrin Keyser e Estevão De Loreno, que terão que se esforçar para aumentar a votação de Polo no município. Em 2014, foram apenas 85 votos em Carazinho. Excluindo Aylton Magalhães, que era o candidato local do partido e que fez 8.797 votos, o candidato do PP que fez a maior votação no município foi Pedro Wetsphalen, com 225 votos, e que contou com o apoio do hoje vice-prefeito Fernando Sant´anna de Moraes...Este ano, Wetsphalem tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados. Portanto, a disputa pelos votos progressistas à Assembleia em Carazinho deve se dividir entre Ernani Polo, apoiado por Aldrin e De Loreno, Silvana Covatti, apoiada pelo vereador tenente Costa e Sérgio Turra, apoiado pelo ex-prefeito Aylton Magalhães e pelo vereador Daniel Weber...

Cabos eleitorais de luxo II

Já os peemedebistas devem se dividir entre Vilmar Zanchin, Gilberto Capoani e Beto Fantinel para Assembleia Legislativa...Em 2014, com o apoio do vereador Márcio Guarapa, Capoani fez 628 votos em Carazinho, enquanto Zanchin fez apenas 258. Porém, este ano isso pode mudar, já que o deputado de Marau conta com o apoio de pesos-pesados da administração, como o prefeito Milton Schmitz e o secretário de Desenvolvimento Deninson Costa...Zanchin, inclusive, esteve em Carazinho na última sexta-feira como convidado de honra das inaugurações do novo CREAS e da nova secretaria da Saúde...

Potencial eleitoral

A verdade é que com a opção da maioria dos principais partidos de não lançar nomes para a Assembleia, abre-se um espaço bem maior para candidatos de fora do município, o que não aconteceu nas eleições passadas, quando os quatro candidatos locais arremataram quase 20 mil votos, que agora ficam a descoberto para serem disputados entre os partidos. Veja na tabela, os candidatos para Assembleia mais votados em Carazinho em 2014...

CANDIDATO/ VOTOS

Aylton Magalhães

8.797

Flávio Lammel

4.001

Otto Gerhardt

3.767

Alemão Papai Noel

2.526

Manuela D´Avila

1.194

Tiago Simon

680

Jurandir Maciel

670

Gilberto Capoani

628

Gilmar Sossella

622

Dr. Basegio

556

(fonte: TSE)

Ironia
E na segunda-feira, ao mesmo tempo que na sessão da Câmara, os vereadores cobravam por mais segurança em Carazinho, uma farmácia em frente à Delegacia de Polícia e distante duas quadras da Câmara era assaltada...Ironias à parte, vale repetir que se Carazinho mais uma vez não foi contemplado com mais policiais e nem mesmo com o curso de formação de policiais, que chegou a ser prometido, é porquê em algum ponto as lideranças estão falhando nas reivindicações e cobranças...Na segunda-feira, os mesmos vereadores que cobravam foram aqueles que em 2014 ajudaram a eleger boa parte dos deputados que hoje estão no poder e que não fizeram nada para garantir tais pleitos para Carazinho...E o pior que daqui a poucas semanas, estes mesmos vereadores estarão pedindo para estes mesmos candidatos...

Telhado de vidro

Falando em sessão da Câmara, a monotonia da última reunião só foi quebrada durante episódio envolvendo dois vereadores da oposição sobre a Eletrocar...O vereador Anselmo Britzke (PDT) não gostou da afirmação do vereador João Pedro, que ao elogiar o perfil técnico da nova direção e conselhos da Eletrocar, declarou que agora sim a empresa passará a ter uma gestão competente. O vereador Gauchinho não resistiu e aproveitou a bola picando para chutar de volta para o vereador tucano que tem o “telhado de vidro”, como bem lembrou o colega do PDT...

Por pouco...

Ainda falando em segurança, a maior prova da preocupação dos carazinhenses, que apesar de algumas autoridades da área insistirem, é muito mais do que “apenas” uma sensação de insegurança. é o número de votos na demanda da Consulta Popular que garante recursos para videomonitoramento e cercamento eletrônico. Dos 1.920 votos dos carazinhenses, 1.837 foi para a demanda de segurança...Aliás, depois de vários anos liderando o ranking de votação na região, pela primeira vez quase que Carazinho fica de fora do rateio da Consulta...Tínhamos que atingir 1.900 votos no mínimo...Foi por pouco...Para se ter uma ideia, Palmeira da Missões alcançou 9.601 votos e Soledade, 8.098...O recorde de Carazinho foi 8.500 votos, quando a hoje primeira-dama Andréia Schmitz era secretária de Desenvolvimento na gestão do ex-prefeito Aylton Magalhães...

Frustração

...Não teria como ser diferente...A suspensão do concurso público e do processo seletivo da Prefeitura e do PreviCarazinho frustrou a expectativa de centenas de candidatos que fizeram as provas e depositaram seus sonhos na oportunidade. São centenas de pessoas que se prepararam e se dedicaram a buscar uma vaga e que agora estão sem uma resposta do que vai acontecer...E, é claro que junto com a frustração vem a indignação, e pouco importa a Prefeitura afirmar que não teve culpa...O desgaste é inevitável...Na verdade, diante das denúncias do MP envolvendo a empresa responsável pelo concurso, a Prefeitura e o Previ não tiveram outra opção, até porque as atividades da empresa estão suspensas...É claro também que se existe um culpado é a empresa, acusada de fraudes em pelo menos oito concursos em seis municípios gaúchos...Mas isso agora, é problema da Justiça...Para a Prefeitura, o problema é o que fazer a partir de agora...Uma nova prova? E as taxas de inscrição pagas pelos candidatos? A empresa irá ressarcir a Prefeitura, se não está nem mesmo respondendo as tentativas de contato do município?

Pode isso Arnaldo???

...A tentativa é válida, mas de pouco adianta a Prefeitura afirmar que as provas aplicadas em Carazinho não são alvo de investigação...Um concurso público para ser legítimo precisa passar por um processo ilibado, sem margens para dúvidas, suspeitas e questionamentos...As acusações são gravíssimas. Entre os crimes investigados estão organização criminosa, corrupção, falsidade ideológica e fraude a licitações. De acordo com o promotor responsável pelo caso, as suspeitas são de que a empresa combinava com prefeituras cláusulas e valores antes mesmo da entrega dos editais de licitações,...Ora, as provas em Carazinho foram aplicadas no dia 19 de junho, dois dias antes do MP deflagrar a Operação. Porém, as investigações já vinham desde 2016...A pergunta que não quer calar é como uma empresa que vinha sendo investigada por fraude há dois anos, ainda participava de licitações com o poder público???...Assim como os candidatos, a Prefeitura de Carazinho e o Previ foram vítimas da empresa, mas e agora, quem vai pagar pelos prejuízos financeiros e morais??? ...Só uma palavra: lamentável! ...O que se espera é um esclarecimento rápido e pontual por parte do Executivo, no sentido de não gerar ainda mais insegurança entre os candidatos...

Prejuízos

...Além de todo o prejuízo financeiro e moral causado pelo cancelamento do concurso, outro problema que terá que ser resolvido pela Prefeitura é o provimento destas vagas e quadros, que imagina-se, ser de extrema necessidade e urgência, caso contrário, a administração não iria abrir o concurso e processo seletivo...Uma das alternativas seria a contratação emergencial, mas aí corre-se o risco do próprio MP fazer apontamentos...

Sarna para se coçar...

E como se não bastasse os imprevistos para dar dor de cabeça à administração, o Executivo ainda parece disposto a “procurar mais sarna para se coçar”, intervindo em questões que sempre geraram polêmica, dividiram opiniões e geraram reclamações...Uma delas é o georeferenciamento, sem dúvida necessário, mas que pode gerar medidas impopulares como atualizações de áreas construídas, além de aumento do valor venal dos imóveis...Sabe-se que por mais necessário que seja, sempre que se mexe no bolso do cidadão, há reações, mas a atual gestão não parece preocupada com isso...Outro vespeiro que a atual administração parece disposta mexer é no local para os vendedores ambulantes do município...Quem não lembra da polêmica na época de construção do Camelódromo? E mais recentemente da polêmica envolvendo o deslocamento dos trailers???


 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027