Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Política

Opinião Nadja Hartmann

Autor: Nadja Hartmann

Compensação

A administração municipal já trabalha com o pensamento em 2019...A secretaria da Fazenda tem até o final deste mês para enviar a proposta da LDO para a Câmara com as metas e diretrizes orçamentárias de cada secretaria para o próximo ano. Assim como na economia em geral, as perspectivas não são as mais otimistas...Ao mesmo tempo, poderia ser pior, caso o município não pudesse contar com o incremento no IPTU, garantido pelo geo-referenciamento que até janeiro deve estar pelo menos 70% concluído. Com isso, a previsão é de um acréscimo de até R$ 3 milhões no caixa da Prefeitura no início do próximo ano...Porém, não se trata propriamente de um incremento, já que os recursos a mais arrecadados com o IPTU vem para compensar em parte a queda no retorno do ICMS, que pode chegar até a R$ 4 milhões, em função, segundo o secretário Adroaldo De Carli, da redução da margem de lucro das empresas...

Salvação da lavoura

Como consequência da conta que não fecha, sobram cada vez menos recursos para investimentos. Nos últimos anos, a porcentagem do orçamento destinada para obras, por exemplo, não tem passado de 5%...E é aí que entram as tão disputadas emendas dos deputados federais, garantidas com recursos da União...Verdade que grande parte não sai do papel ou do discurso, o que, felizmente não foi o caso das emendas anunciadas pelos deputados carazinhenses Márcio Biolchi e Ronaldo Nogueira, um total de R$ 7 milhões, que pode ser considerada a “salvação da lavoura” do orçamento 2018, e consequentemente, do secretário de Obras Estevão De Loreno...

Furo no caixa

Como se não bastasse o orçamento apertado, o que já está ruim pode ficar ainda pior com a falta de repasses dos recursos dos governos federal e estadual...O “furo no caixa” que vem tirando o sono do prefeito Milton Schmitz é o atraso nos repasses federais e estaduais para manutenção da UPA...Apesar do problema ser recorrente e não ser isolado, não tem como deixar de se indignar com o fato da UPA não ter recebido “um pila” de repasse desde que inaugurou há quatro meses...Conforme o convênio assinado com a União e o Estado, o município deveria estar recebendo R$ 200 mil mensais desde abril. No entanto, o déficit hoje já é de R$ 800 mil, o que quer dizer que além do que a Prefeitura vem pagando como contrapartida prevista no programa, soma-se esta despesa mensal que não estava no script...

Não é surpresa

A princípio, a justificativa para o não repasse dos recursos era que a UPA ainda não estava habilitada junto ao Governo Federal. Pois agora, após a habilitação concretizada, a desculpa passou a ser a não publicação da tal habilitação no Diário Oficial...Soa como piada, mas não é, e o pior é que a administração municipal não pode se dizer exatamente surpresa com o problema...Aliás, foi justamente o que está acontecendo em Carazinho que fez com que muitos prefeitos de todo o país desistisse de implantar a UPA, apresentada pelo governo federal como a “solução de todos os problemas” na área da saúde municipal, mas que acaba se tornando um grande pesadelo para as administrações municipais, que ficam segurando no pincel...Porém, no caso de Carazinho, com os serviços da UPA funcionando a todo o vapor, agora não dá para voltar atrás...É tocar para a frente e torcer que o alinhamento de bandeiras garanta quem sabe um dia, o pagamento...

Os seis

Se aproximando do prazo final das convenções e homologação das candidaturas, Carazinho deve ir para a disputa eleitoral, com seis candidatos locais no páreo, três para a Câmara dos Deputados e três para a Assembleia Legislativa, ‘noves fora’ algum balão de ensaio de última hora ainda se confirme...Para a Câmara dos Deputados, além das candidaturas de Márcio Biolchi (PMDB) e Ronaldo Nogueira (PTB), que devem ser confirmadas nas convenções dos partidos, ainda há o candidato Celso Morais, do PSL, com candidatura já homologada pelo partido...Para a Assembleia, além das candidaturas de Maria Luiza Locatelli, do PSL e de Acácio Souza, do PDT, já homologadas nas convenções dos partidos, ainda há a candidatura de Kátia Soares Alberti, que deve ser homologada na convenção do PRB...

Nanicos

O que chama a atenção nas eleições deste ano é o número de candidatos de partidos não tradicionais, que em termos de representatividade no Congresso, podem ser chamados de nanicos...Dos seis candidatos e pré-candidatos, a metade pertence a siglas criadas recentemente no país, como o PSL e o PRB...Vale destacar também que dos seis candidatos, duas são mulheres, o que acontece pela primeira vez na história em eleições gerais em Carazinho...

Sem recall

Por outro lado, deve ser no mínimo motivo de reflexão a falta de motivação dos partidos tradicionais para lançar candidatos, principalmente à Assembleia...Inclusive, ao contrário de outros municípios que tem pelo menos um ou até três vereadores concorrendo nestas eleições, em Carazinho, nenhum vereador – pelo menos até agora – se disponibilizou ou se encorajou a colocar o seu nome para um recall das urnas, depois de quase dois anos de mandato na Câmara...O mesmo vale para os secretários municipais...O que não quer dizer, é claro, que estarão fora do cenário. Muito pelo contrário...

Preocupante...

De acordo com a última atualização do TSE, Carazinho terá exatamente 47.272 eleitores aptos a votar nas eleições de outubro, 64 a mais do que em 2014, quando aconteceram as últimas eleições gerais. Destes eleitores, 16.706 irão votar por biometria e 30.556 pelo voto tradicional...Um dado importante é que a maior fatia do eleitorado está na faixa dos 25 a 39 anos...Ao mesmo tempo, a estatística revela dados preocupantes: 53% dos eleitores possui apenas Ensino Fundamental Incompleto ou Médio Incompleto; 940 são analfabetos e 1.556 apenas lê e escreve...

Fardo pesado

É claro que ninguém vai dizer isso publicamente, mas sem dúvida a decisão do PMDB de homologar a candidatura de Henrique Meirelles à presidência será um fardo pesado para carregar durante a campanha eleitoral...Ao mesmo tempo, as movimentações nos bastidores ontem selaram o apoio do PP e do Dem à candidatura de Geraldo Alckmin, o que no Estado pode representar a ruptura da coligação fechada entre os progressistas e o PSL, de Jair Bolsonaro...Apesar que se tomarmos o exemplo de Carazinho, será muito difícil ver algum político do PP defendendo as cores tucanas, o que, inclusive, deve garantir que o candidato ao Planalto com o palanque mais fortalecido de apoios em Carazinho seja Jair Bolsonaro...Ao mesmo tempo, a decisão do diretório nacional praticamente atirou a senadora Ana Amélia Lemos nos braços dos tucanos, fortalecendo os boatos de que ela possa se tornar a candidata a vice-presidente, ao lado de Alckmin...Se isso se confirmar, serão duas mulheres gaúchas fazendo parte das chapas majoritárias ao Planalto: Ana Amélia e Manuela D´avila...


 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027