Diário da Manhã

Plantão

Política

Licitação do aeroporto será discutida em Brasília

Vereadores agendaram reunião no Ministério dos Transportes, como meio de pressionar por mais celeridade ao processo

Com recursos garantidos, conforme autoridades políticas, e a licença ambiental liberada há cerca de um ano, representantes locais querem mais celeridade na efetivação das obras de melhorias no Aeroporto Lauro Kortz. O processo licitatório, justamente uma das etapas aguardadas, é o principal tópico a ser discutido no próximo dia 26, quando um grupo de vereadores irá à Brasília. Nessa semana, os parlamentares se reuniram para deliberar sobre a formação da comitiva que estará no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Tendo em vista a redução de gastos com diárias, afirmaram, houve o consenso de que, no máximo, quatro parlamentares participarão da viagem. Dentre eles, o presidente e o vice-presidente da Comissão Mista – aprovada durante a sessão desta quarta-feira – para tratar dessa questão, Paulo Neckle (PMDB) e Marcio Patussi (PDT), respectivamente.

Em 2015, a Câmara e outras entidades representativas iniciaram uma mobilização para que o Aeroporto Lauro Kortz recebesse as adequações e melhorias para os passageiros e companhias aéreas. Começou, então, uma articulação mais incisava em busca da licença ambiental, dos recursos necessários e para que o Governo Federal publique a licitação, a partir da qual será declarada a empresa responsável pelas obras.

As duas primeiras etapas, entendidas como as mais difíceis, já foram conquistadas. “Chegamos ao ponto, agora, de pressionar o ministro dos transportes para que o processo licitatório inicie. Assim, iremos nos mobilizar em Brasília para que o andamento desse processo aconteça o mais rápido possível. O projeto do aeroporto Lauro Kortz já foi 100% aprovado e a verba para as obras já foram liberadas, em torno de R$ 44 milhões. Precisamos de vontade política por parte dos representantes federais e iremos em busca dessas demandas”, opinou Patussi.

A articulação quanto ao tema no Legislativo está concentrada na Comissão Especial Mista para Discussão da Viabilidade Ambiental, Acompanhamento do Processo de Modernização e Ampliação Sustentável do Aeroporto, que teve sua criação aprovada na última quarta-feira (19). Apesar da recente aprovação, a comissão já estava ativa desde o início do ano e já realizou reuniões com autoridades e lideranças políticas.

O que foi planejado

Dentre as principais obras previstas para o aeroporto, estão: o alargamento das duas cabeceiras de pista; a construção de uma área para estacionamento, que deve ser preenchida por cerca de 300 veículos; um terminal para passageiros, com 2.160 m²; o cercamento de toda a área do aeroporto; esteira de carregamento de bagagens; novos equipamentos que devem melhorar os pousos e decolagens das aeronaves, especialmente em dias de neblina ou chuva.

Os números também denotam a relevância da renovação estrutural do Aeroporto de Passo Fundo, considerado um do mais movimentado do interior do Estado. Os dados mostram que, em 2012, passaram pelo local mais de 50 mil pessoas. Em 2013, foram 86 mil. Em 2014, 168 mil pessoas o utilizaram. Em 2015, foram mais de 200 mil. No ano passado, o número foi maior que 250 mil pessoas.

Conforme divulga a Comissão Especial da Câmara, em 2011, o aeroporto representava 14% do número de passageiros do estado. Enquanto o de Caxias do Sul, que, na época, era o primeiro do estado, chegava a 65%. Em 2014, Passo Fundo ultrapassou Caxias, atingindo 54%. Já Caxias caiu para 45%.

Gerou expectativa

Um dois principais entraves para a obra de revitalização, além da destinação de verbas, era a licença ambiental. Por isso, quando o documento saiu, em abril de 2016, o anúncio ganhou status de evento solene no próprio aeroporto Lauro Kortz.

Lá estiveram o governador José Ivo Sartori e a secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema), Ana Pellini, que fizeram a entrega simbólica da licença ambiental frente a autoridades locais. O licenciamento emitido pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) permite a abertura do processo de licitação para as obras de melhoria.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
AD-5167 Azul / Trip 06:55:00 Campinas Sextas
AD-5165 Azul / Trip 07:00:00 Campinas segunda a quinta e sábado
AD-5139 Azul / Trip 12:40:00 Campinas domingos às sextas

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027